Últimas Notícias > Colunistas > Grito sindical

Ex-namorada do ator Jim Carrey o acusou de tê-la introduzido à cocaína

Jim Carrey está atualmente sendo processado pela morte de Cathriona. (Foto: Reprodução)

Cartas escritas pela ex-namorada de Jim Carrey, Cathriona White, foram divulgadas pela imprensa norte-americana. Nos documentos, ela – que faleceu em 2015 –, acusa o ator de não só tê-la introduzido à cocaína, como também de ter transmitido três DSTs.

Jim Carrey está atualmente sendo processado pela morte de Cathriona, que suicidou-se há cerca de dois anos. A ação está sendo movida pelo ex-marido de White, Mark Burton, e a mãe dela, Brigid Sweetman. Ambos aÒrmam que o ator usou um nome falso para obter os medicamentos que ela usou para se matar em 2015 e que ele os forneceu apesar de saber que ela era propensa à depressão e já havia tentado suicídio.

A maquiadora Cathriona relatou em carta que teria sido humilhada ao confrontar ator sobre as doenças sexualmente transmissíveis que contraiu supostamente por conta das relações com ele. O documento foi anexado ao processo movido pelo ex-marido dela, Mark Burton, contra o ator, responsabilizando-o pelo suicídio por overdose de White, em setembro de 2015.

“Eu queria uma desculpa, ser reconhecida e que fosse assumida a responsabilidade. Dizer: ‘Eu te passei isso, intencionalmente ou não, te passei isso e entendo que é algo que vai te afetar pelo resto da vida, seus futuros relacionamentos (ou a ausência deles por causa disso), o que podemos fazer para consertar isso?”, diz Cathiorona na carta obtida pelo jornal New York Daily Mail. “Em vez disso, fui desrespeitada, humilhada, chamada de prostituta, oportunista, nosso relacionamento foi menosprezado. E eu realmente não acho que você pode ver que eu sou uma vagabunda ingrata pela qual você fez tanto e tirou vantagem. Isso simplesmente não é verdade.”

E ela complementou que se tratava de um trauma que iria carregar para sempre: “Estou machucada. Quanto tomo banho, passo mal… pensando em ‘o que é isso?’. Definitivamente não sei o que vai acontecer comigo. Então tenho que aceitar algo que sempre tive medo. De ficar sozinha”, diz outro trecho da carta.

Em mensagens de texto, também anexadas ao processo, Carrey responde que as DSTs podem ter sido contraídas antes da relação dos dois, que foi de 2012 a 2015. “Espero que você esteja bem. Pode ter sido de alguém antes de mim.” Mas Cathriona responde dizendo que ela fez exames antes de se relacionar com o ator.

Outras mensagens mostram que Carrey já estava desgastado com a situação. “Eu me preocupo muito com você. Isso é óbvio, mas tem sido muita coisa pra eu lidar. Tenho sofrido com constantes e perigosos níveis de estresse”. A resposta de Cathriona revela que o ator estava a ajudando com dinheiro. “Sim, você tem sido bom para mim financeiramente e sou grata por isso, muito obrigado”.

Em outras mensagens, o ator e sua ex-namorada começam a discutir por alguns papeis que não foram assinados e entreguesa por Cathriona. “Por que você está me chamando de idiota. Eu não fiz tudo?”, questiona a maquiadora. “Seja rápida”, responde Carrey. “Eu não dei os papeis para Linda porque não pude vê-los. Eu não podia fazer nada além de olhar o Twitter todo maldito dia só para saber se você está bem. Eu finalmente chamei o advogado ontem, o horário mais rápido que ele tinha disponível era quarta-feira. Então posso entregar a Linda logo depois. Não estou sendo uma idiota, Jim. Então, por favor, não me ameace”, conclui Cathriona.

Em uma última mensagem, Jim Carrey tenta tranquilizar a maquiadora dizendo que os sinais da doença eram algo comum. “Folículos ou inchaços agravados são normais quando você se depila ou faz sexo vigoroso.”

Burton, afirma na queixa: “Essa relação foi marcada pelo fato de Cathriona, no início de 2013, saber de um médico que Carrey tinha lhe passado três doenças sexualmente transmissíveis – Herpes tipo 1, Herpes tipo 2 (herpes genital) e gonorréia. Na verdade, Carrey fez isso sem dizer a ela antes para que ela tivesse a chance de concordar ou não em ter relações sexuais com ele (a) que ele tinha as doenças sexuais altamente contagiosas e (b) que ela estava em risco”.

Em uma declaração divulgada nesta semana, Jim Carrey negou todas as acusações.

Deixe seu comentário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.