Últimas Notícias > Colunistas > Incra(encado)

Na última rodada antes da pausa para a Copa América, o Grêmio venceu o Botafogo por 1 a 0 fora de casa no Brasileirão

Com a vitória, o Grêmio alcançou a 11ª colocação no Brasileirão, com 11 pontos. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O Grêmio venceu o Botafogo pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, na noite desta quarta-feira (12). O duelo aconteceu no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro. Jean Pyerre marcou para o Tricolor no segundo tempo e garantiu a reação da equipe no campeonato, antes da parada para a Copa América, que inicia nesta sexta (14).

O jogo começou com dois desfalques de última hora para o time gaúcho: Pedro Geromel e Maicon sentiram problemas musculares no vestiário e ficaram no banco de reservas. Michel e Thaciano foram as escolhas do técnico Renato Portaluppi para começar a partida. Já o Botafogo, foi a campo com o mesmo time que venceu o CSA no último domingo (9).

O primeiro tempo, foi equilibrado. O Grêmio demonstrava a dificuldade de jogar com desfalques importantes e não conseguia acertar o gol de Diego Cavalieri. O atacante tricolor, Diego Tardelli apostava mais nas jogadas pelos lados e Juninho Capixaba apoiava e aparecia com frequência nas costas do adversário.

O Botafogo sofreu um pouco no início, mas cresceu na partida, tendo sua primeira finalização de João Paulo com quase 30 minutos de bola rolando. Antes de terminar o primeiro tempo já tinha jogador do Grêmio em aquecimento, mostrando que Portaluppi não estava feliz com o empate e o desempenho, pretendendo mudar a equipe.

Porém, na etapa complementar, os times voltaram iguais. Ambos seguiam atacando, mas o placar continuava igual. As substituições começaram na metade do segundo tempo: Rodriguez sentiu e deixou o campo para a entrada de Darlan. Assim, Rômulo e Michel formaram a zaga gremista. O primeiro cartão foi apresentado pelo árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza: Thaciano levou amarelo.

Eduardo Barroca decidiu mexer e colocou Yuri no lugar de João Paulo e Lucas Campos no de Luiz Fernando. Renato também fez substituições: Pepê entrou e Tardelli saiu; além de Vizeu que deu lugar a André. Mas, mesmo com as mudanças nas peças, o jogo estava longe de ser bonito. A última alteração do Botafogo na busca pela vitória foi com a saída de Erick e entrada de Lucas Barros. Mas foi o time visitante que conseguiu alcançar o gol.

Faltando 10 minutos para o fim do confronto em campo, o árbitro marcou uma falta para o Grêmio. Jean Pyerre ajeitou e encarou a barreira. A bola encobriu os marcadores e foi no canto direito da rede.

André e Yuri levaram amarelos nos últimos minutos de partida. Jean Pyerre seguiu mostrando qualidade nas jogadas e tentando fazer o segundo. No entanto, foi o Botafogo quem assustou. Yuri chutou no canto direito e fez Paulo Victor trabalhar. Mas ele defendeu e garantiu a segunda vitória consecutiva do Tricolor.

Com o triunfo  no Rio, o Grêmio subiu para a 11ª colocação na competição, com 11 pontos somados.

Ficha técnica

Botafogo: Diego Cavalieri; Fernando, Joel Carli, Gabriel e Gilson; Cícero, Alex Santana, João Paulo (Lucas Campos); Luiz Fernando (Yuri), Erik (Lucas Barros) e Diego Souza. Técnico: Eduardo Barroca.

Grêmio: Paulo Victor; Leonardo, Michel, Rodriguez (Darlán) e Juninho Capixaba; Rômulo, Thaciano, Jean Pyerre e Alisson; Diego Tardelli (Pepê) e Felipe Vizeu (André). Técnico: Renato Portaluppi.

Arbitragem: Marcelo Aparecido de Souza (PB), auxiliado por Bruno Salgado Rizo e Evandro de Melo Lima (SP).