Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Petrobrás faz acordo com governo uruguaio e devolverá concessão de duas empresas

Nos pênaltis, Grêmio vence Internacional e levanta a taça do Gauchão 2019

Grêmio foi o campeão do Grenal e André marcou o pênalti do título. (Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA)

Foi com emoção que o Grêmio venceu o Grenal 420 nos pênaltis e levantou a taça do Campeonato Gaúcho 2019. A última cena, o último ato, o último espetáculo: Grêmio e Internacional se encontraram na noite desta quarta-feira (17) para o jogo decisivo, na Arena, onde o Tricolor levou a melhor: a 38ª conquista estadual e o bicampeonato do Gauchão deste ano, de forma invicta.

Muitos cartões, expulsões, uso do VAR e polêmicas sobre a arbitragem de Jean Pierre Lima marcaram a partida. Com força máxima em busca da taça, Grêmio teve Luan em campo e Inter garantiu Rodrigo Dourado. Mas nada foi suficiente para que o jogo fosse definido nos 90 minutos.

Logo no início do primeiro tempo, Kannemann e William Pottker receberam cartões amarelos. Além deles, outros três atletas do Internacional também foram advertidos na etapa inicial. Patrick e Paolo Guerrero no campo, e Daniel no banco de reservas. As situações de gol foram escassas nos primeiros 45 minutos do clássico.

Na melhor chance do Grêmio, André até colocou a bola no fundo da rede, após forte finalização de Everton e rebote de Marcelo Lomba, mas a arbitragem assinalou posição irregular do atacante e invalidou o gol marcado. Até mesmo o VAR entrou em ação para confirmar a marcação. Do lado colorado, Paolo Guerrero, em intensa disputa com Kannemann, foi quem mais levou perigo ao goleiro tricolor. Após cruzamento do lado esquerdo, o peruano ganhou no alto da defesa, desviou de cabeça e obrigou Paulo Victor a realizar grande defesa.

Na etapa complementar, o jogo seguiu equilibrado em campo, mas pegou fogo do lado de fora. D’Alessandro, que estava no banco de reservas, se desentendeu com o 4º árbitro e foi expulso. O técnico colorado também se exaltou e foi o segundo a levar vermelho. Odair se recusou a deixar a casamata e foi conduzido pela polícia para fora, gritando e xingando a arbitragem.

Substituições no segundo tempo: saiu Maicon, entrou Michel, saiu Alisson e entrou Tardelli. No Colorado: Camilo no lugar de Zeca e Sóbis no de Iago. Mas as tentativas dos dois lados não foram efetivas e nem Grêmio, nem Internacional alcançaram o tão esperado gol. Estava decidido, haveria penalidade máxima.

Nos pênaltis, o confronto continuou difícil. Cobrança a cobrança. Marcelo Lomba e Paulo Victor se destacaram, com ótimas defesas. Everton bateu para fora. Já Sóbis e Guerrero fizeram para o Colorado, enquanto Tardelli e Matheus Henrique para o Grêmio. O goleiro do Inter já havia defendido as bolas de Michel e Camilo e o arqueiro gremista os chutes de Cuesta e Nico Lopez. Foi pelos pés de André, que o título veio aos gremistas.

Foi assim, no 3×2, de jogadores cara a cara com arqueiros, que o Tricolor se consagrou campeão do Gauchão 2019.

Confira a comemoração dos jogadores gremistas:

Deixe seu comentário: