Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Um novo golpe usa o nome da Receita Federal em uma carta que pede regularização de dados cadastrais

O Inter já se prepara para maratona de jogos em casa

A equipe de Guto Ferreira ficou no empate sem gols com o Santa Cruz, em Recife, no sábado. (Foto: Ricardo Duarte/Inter)

Depois de três desafios fora de casa em quatro rodadas, agora o quadro se inverte. O torcedor colorado terá a oportunidade de empurrar o time em uma sequência de jogos dentro do estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

O primeiro deles está marcado para esta terça-feira (20), às 21h30min, diante do Paraná, pela 9ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Serão quatro jogos dentro do Rio Grande do Sul nos próximos 20 dias. O único fora de Porto Alegre acontecerá em Pelotas, no próximo sábado (24), diante do Brasil-PEL. Depois disso, dois confrontos no Beira-Rio: contra o Boa Esporte, no dia 1º de julho e o Criciúma, no dia 8.

Até o momento, o Internacional ocupa a 5ª posição na tabela de classificação e conquistou 13 pontos no campeonato, os mesmos do Santa Cruz, 4º colocado, porém, com saldo de gols inferior ao time pernambucano.

“Graças a Deus, não perdemos”

O Internacional amargou, na tarde de sábado (17), o seu segundo empate consecutivo na Série B do Brasileirão. Após ficar no 1 a 1 com o América-MG no Independência, em Minas Gerais, o time gaúcho não foi além do 0 a 0 com o Santa Cruz no Arruda, em Recife (PE).

Após a partida, os comandados de Guto Ferreira deixaram transparecer a frustração com mais uma igualdade como visitante. Ainda assim, tentaram dar importância aos dois pontos conquistados longe do Beira-Rio.

“Saímos de Porto Alegre com o objetivo de buscar as vitórias. Infelizmente, não conseguimos, mas devemos valorizar esses pontos e não perder mais pontos em casa. Vínhamos de duas vitórias. Agora, são dois empates. Graças a Deus, não perdemos”, comentou o atacante Marcelo Cirino, cabisbaixo.

Para o volante Edenílson, o Santa Cruz teve méritos pela ineficiência ofensiva do Inter no Recife.

“Foi um jogo difícil. Deveríamos ter feito o goleiro deles trabalhar um pouco mais para sair com um resultado melhor”, comentou o jogador, que se envolveu em uma confusão com os adversários ao final da partida.

“Senti um tranco quando o zagueiro estava passando. Não sei, mas pareceu que ele deixou o cotovelo sem a bola. Fui perguntar. Ele falou que foi sem querer.”

Sobre o jogo desta terça, Marcelo Cirino afirmou que a equipe está focada em vencer. “Vamos buscar os três pontos e tentar conquistar o acesso o mais rapidamente possível”, declarou.

Juventude líder

O Juventude segue tranquilo na liderança da Série B. Neste sábado, a equipe gaúcha foi ao Mangueirão, em Belém (PA), para enfrentar o Paysandu e conseguiu segurar um importante empate em 0 a 0, garantindo a ponta do torneio por mais uma rodada.

Com o resultado, o Juventude se manteve na liderança da Série B agora com 18 pontos, três a mais do que o segundo colocado Guarani, que já jogou na rodada e perdeu por 3 a 2 para o Criciúma. Já o Paysandu chegou aos 11 pontos, mas perdeu posições, caindo para a parte intermediária da tabela.

Ambas as equipes voltam a atuar pela Série B na próxima terça-feira (20). Às 19h15min (de Brasília-DF), o Juventude recebe o Brasil de Pelotas, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Já às 20h30min (de Brasília-DF), é a vez do Paysandu ser anfitrião diante do Boa Esporte.

Deixe seu comentário: