Últimas Notícias > Esporte > O Grêmio e o Juventude ficaram no 0 a 0 e decisão de vaga pela Copa do Brasil fica para a próxima semana

Tribunal de Justiça gaúcho condena imobiliária a indenizar atriz global

Atriz Tainá Müller(Foto: André Nicolau/Divulgação)

A imobiliária Auxiliadora Predial foi condenada pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul a indenizar a atriz Tainá Müller. A gaúcha, que se destacou no papel da jornalista Clara, em Tropa de Elite 2, ganhou a causa por danos morais, referente à venda de imóveis na Capital.

Uma corretora, que atuaria para uma franqueada da imobiliária, teria fechado negócio com Tainá, recebendo da atriz mais de 100 mil reais. Foi após a transferência do valor para a conta pessoal da mulher, que a família teria percebido a fraude.

A Auxiliadora Predial afirmou, na Justiça, que não teria responsabilidade, em função de a corretora não ser sua empregada direta. Em primeira instância, essa tese foi corroborada. Porém, a atriz recorreu e conseguiu que a imobiliária não fosse isentada de culpa.

Em nota, a empresa indicou que recorrerá da decisão.

Deixe seu comentário: