Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
32°
Partly Cloudy

Capa – Magazine A atriz Karina Bacchi tentará fertilização pela quarta vez afirmando: “Estou apreensiva”

Atriz e o marido fizeram o procedimento por três vezes em 2019. (Foto: Reprodução/Instagram)

“A novidade de dar um irmão para o Enrico tem um segredo. Um segredo que minha família não sabe”. Assim começa o último episódio do reality show produzido por Karina Bacchi, no YouTube.

A modelo e atriz decidiu revelar que tentou engravidar pela segunda vez neste ano e fez três procedimentos de fertilização. As tentativas frustradas não desanimaram Karina e Amaury Nunes.

Eles decidiram fazer a quarta tentativa antes de acabar o ano.

Para isso, realizaram exames médicos e se consultaram com a médica Daniela Castellotti. “Enquanto tem óvulo, espermatozóide e útero, tem possibilidade (de gestação). Vamos averiguar a situação hormonal da Karina, como está a parte hormonal. Dos 42 anos para 43, a gente tem só 10% de embriões normais”, afirmou a especialista.

“Estou apreensiva! Mas você ficou ‘borocochô’, né?”, disse Karina Bacchi ao marido. “Ah, o que a gente pode fazer é tentar”, disse Amaury.

Karina e Amaury são pais de Enrico, de dois anos. Antes de engravidar pela primeira vez, a atriz teve um problema nas trompas e teve de retirá-las. Por isso, Karina conseguiu através da fertilização in vitro.

O casal não chegou a contar para a família sobre as três tentativas deste ano. Karina revelou para a mãe agora.

“Até então a gente quis manter segredo para não gerar expectativa, uma ansiedade”, explicou a atriz. “A gente não sabia que eles já tinham feito todas essas tentativas aí não! Foi bastante surpresa pra mim”, disse Nadia Bacchi, mãe de Karina, que também está ansiosa pela chegada de mais um neto.

Estresse

Depois da decisão de engravidar, existe um processo na busca por uma gravidez saudável. Para alguns, ela acontece de cara, sem muitas tentativas. Para muitos, entretanto, exige meses de preparação e até tratamentos, como a fertilização in vitro. A frustração de ver, mês após mês, resultados negativos, pode levar muitos casais a um aumento nos níveis de estresse que afeta a fertilidade.

“O estresse age no corpo de maneiras diretas e indiretas. Para a mulher, aumenta a liberação do hormônio prolactina, o que interfere na ovulação de duas formas: pode diminuir a produção de progesterona ou causar insuficiência lútea, que é a falta de ovulação”, conta o especialista em reprodução assistida Paulo Gallo. Como a progesterona atua na manutenção da gestação no primeiro trimestre, fazendo do útero um ambiente favorável para a implantação e desenvolvimento do embrião, a diminuição de seus níveis no organismo é altamente prejudicial para aquelas que querem engravidar.

O médico explica que outro impacto possível é a redução da libido, o que pode acometer homens e mulheres e também gera consequências diretas na fertilidade. Para eles, a falta de apetite sexual afeta a produção de espermatozóides, que pode ficar reduzida. Nas mulheres, o estresse e a ansiedade podem também interferir no movimento das trompas, que se tornam menos receptivas ao processo de fecundação.

Para quem está realizando um tratamento como a fertilização in vitro, a pressão pode ser ainda maior. “O casal que não consegue emplacar uma gravidez se sente incapacitado e impotente. Afinal, a gravidez é um processo fisiológico e, quando há comparação com outros casais, que engravidam, inclusive, sem esse desejo, isso vira um fator de depressão”, desenvolve Gallo. Para além disso, há um custo financeiro alto, e a expectativa criada pode fazer o casal desenvolver uma ansiedade.

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Magazine

O suspeito de ameaçar a dupla Simone e Simaria nas redes sociais foi preso
“Fui chamada de vagabunda e golpista”, disse a ex-modelo Luiza Brunet
Deixe seu comentário
Pode te interessar