Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Celebridades Cantora Rihanna se tornou a primeira mulher negra a comandar uma grife de luxo

Compartilhe esta notícia:

Cantora falou som revista britânica sobre vida de solteira após terminar relacionamento de três anos com Hassan Jameel. (Foto: Reprodução)

Rihanna acaba de fazer história ao se tornar a primeira mulher negra a comandar uma grife de luxo. No lançamento da marca Fenty, na última quarta-feira (22), em Paris (França), a cantora, natural de Barbados, comentou o feito.

“Esse é um momento histórico. É algo grande para mim e para toda minha geração”, disse ela ao seleto grupo de jornalistas convidados para conhecer em primeira mão a coleção. “Sou minha própria musa”.

Pertencente ao conglomerado de luxo LVMH, o mesmo que cuida da Louis Vuitton e da Dior, a Fenty tem linha de prêt-à-porter, acessórios, sapatos e óculos escuros, que estarão à venda em uma loja temporária localizada no bairro do Marais, em Paris, a partir do dia 29 deste mês. A ideia também é que haja uma loja on-line, com peças que custam de 200 a 1,100 euros.

“Eu sempre amei moda e estilo”, disse a cantora, de 31 anos, à “Vogue” britânica. “Eu gostava de tudo que minha mãe usava, de maquiagem a roupa. Ela vestia muitas roupas oversized, as era muito feminina.”

Com tudo criado por ela, a ideia é que as pessoas fiquem bem em todos os tipos de corpos: “eu sou uma garota com curvas, então se não puder usar minhas criações não adianta. Preciso ver como vai ficar nas coxas, na barriga… Está bom em mim ou só em modelos?”

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Celebridades

Ex-top model Cindy Crawford coloca sua mansão à venda por 33 milhões de reais
Paula Fernandes e sua versão “Juntos e Shallow now” faz Lady Gaga subir nas paradas musicais
Deixe seu comentário
Pode te interessar