Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Light Rain

Notícias A ex-senadora Ana Amélia assumiu como secretária do governo do Rio Grande do Sul

Compartilhe esta notícia:

Governador Leite durante anúncio de Ana Amélia como secretária em Brasília. (Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini)

A secretária de Relações Federativas e Internacionais, Ana Amélia Lemos, tomou posse do cargo na manhã desta quinta-feira (7), no Salão Alberto Pasqualini, no Palácio Piratini. A ex-senadora se comprometeu a estabelecer, em Brasília – onde funcionária a Secretaria –, uma extensão do governo do Estado.

O governador Eduardo Leite lembrou que, além do compromisso de ajuste fiscal, o RS assumiu uma agenda de desenvolvimento. Para dar fôlego às relações com o governo federal na busca de investimentos, de ressarcimentos de dívidas e na negociação de acordos, Leite destacou o trabalho de Ana Amélia.

“A presença de uma mulher conhecida e respeitada, com uma rede de relações, trará uma grande contribuição ao RS, não só nas articulações com o governo federal, como nas trocas com organizações internacionais e com outros países”, disse o governador.

Leite também ressaltou o compromisso da secretária com o interesse público. “Ao aceitar nosso convite, Ana Amélia mostra que sua participação na política não serve só para ocupar um espaço”, ponderou.

Além da renegociação da dívida dos Estados com a União, pauta que Ana Amélia já vinha articulando antes mesmo de tomar posse, assuntos considerados prioritários para o RS serão tratados com atenção pela pasta.

“A Secretaria terá responsabilidade de compartilhar, com os demais secretários, todas as demandas do Estado, não só as conhecidas, como a renegociação da dívida, a Lei Kandir e a Reforma da Previdência, mas demandas na área da agricultura, da indústria, dos serviços e da saúde”, citou a ex-senadora.

Negociação internacional

O primeiro compromisso de Ana Amélia, já na próxima semana, será um encontro com o embaixador do Chile, Fernando Schmidt Ariztía, a fim de garantir um ambiente favorável às negociações entre o país e o Estado.

Natural de Lagoa Vermelha, Ana Amélia cumpriu mandato de senadora nos últimos oito anos e concorreu à vice-presidência da República na chapa do candidato Geraldo Alckmin. Formada em Comunicação Social pela PUCRS, Ana Amélia trocou o jornalismo, depois de 40 anos na área, pela política.

Em 2010, conquistou uma cadeira no Senado pelo RS. Foi escolhida melhor senadora de 2017 no prêmio Congresso em Foco e a melhor parlamentar entre os 594 senadores e deputados em 2017 e 2018 pelo Ranking dos Políticos. No Senado, presidiu a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária. É autora de cinco leis e uma emenda constitucional.

Diza Gonzaga será diretora institucional do Detran

A idealizadora e presidente da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga, Diza Gonzaga, será a nova diretora institucional do Detran. Ela aceitou o convite na manhã desta quinta-feira (7), após conversar com o governador Eduardo Leite e com o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, no Palácio Piratini.

Diza Gonzaga é reconhecida pelo trabalho voluntário na presidência da Fundação e na coordenação do programa Vida Urgente, voltado à conscientização para um trânsito seguro e responsável. Ela atua na área desde 1996, um ano depois de perder o filho de 18 anos em um acidente de carro – quando decidiu transformar o luto em ações positivas. Por sua atuação, a Fundação recebeu diversas premiações, inclusive internacionais.

Na diretoria institucional do Detran, Diza será responsável por questões como projetos na área da educação e conscientização relacionados ao trânsito, além das juntas administrativas de recursos de infrações. “Aceitei o convite por acreditar que posso fazer a diferença na formação das novas gerações, com uma mudança de cultura em relação ao trânsito. Quero levar mais vida aos gaúchos”, disse.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

O general Augusto Heleno minimizou a fala de Bolsonaro. Para o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, as Forças Armadas “são um baluarte da democracia”
Seguir uma dieta líquida, baseada em sopas e shakes, pode reverter quadros de diabetes tipo 2
Deixe seu comentário
Pode te interessar