Quarta-feira, 01 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

Notícias A fábrica de bebidas Fruki confirmou um investimento de 130 milhões de reais em nova unidade no interior gaúcho

Local escolhido fica em Paverama (Vale do Taquari), próximo à BR-386. (Foto: Divulgação/Fruki)

O proprietário da indústria de bebidas Fruki, Nelson Eggers, reuniu-se nesta semana com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray. Durante o encontro, o empresário confirmou o investimento de R$ 130 milhões em uma nova unidade de produção no município de Paverama (Vale do Taquari). Ainda durante a reunião, o projeto foi protocolado junto ao Fundopem (Fundo Operação Empresa do Estado do Rio Grande do Sul) para obter direito a incentivo fiscal.

De acordo com o titular da pasta, o governo gaúcho tem grande interesse em atrair novos empreendimentos para o Rio Grande do Sul e, principalmente, dar atenção especial à indústria local. Irigaray também colocou à disposição para auxiliar no financiamento do projeto as instituições do segmento vinculadas à secretaria – Badesul Agência de Fomento e BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul).

A nova unidade da Fruki será instalada em uma área de 87 hectares (próximo à rodovia BR-386) adquirida pela empresa e deve começar a operar em 2021. Conforme o Palácio Piratini, a expectativa é de que, ao longo dos próximos oito anos, o investimento gere um incremento de aproximadamente R$ 90 milhões no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) recolhido pela empresa.

“Um dos mais importantes detalhes é que o projeto vai trazer para o Rio Grande do Sul parte da produção que está em outros Estados, como Paraná e São Paulo”, ressaltou Nelson Eggers. Ainda segundo ele, em uma primeira fase a nova unidade gaúcha produzirá bebidas energéticas, sucos e chás. Já a segunda etapa prevê também a fabricação de cerveja.

Detalhes

A nova unidade vai incrementar a estrutura já existente da Fruki, empresa familiar fundada em 1924 e que conta com matriz e parque industrial situados em Lajeado, além de centros de distribuição localizados em Canoas, Pelotas, Caxias do Sul e Santo Ângelo.

Atualmente, as sete linhas de produção automatizadas da companhia têm capacidade para produzir um volume total de 420 milhões de litros de bebidas por ano, o que inclui os refrigerantes da marca Fruki, os suplementos energéticos Frukito, a água mineral Água da Pedra e a linha Sabores Intensos, com Água Tônica e Citrus.

“A escolha do município de Paverama aconteceu após uma criteriosa análise de um comitê formado especialmente para esta finalidade”, argumentou a direção da Fruki em seu site oficial, no mês de abril. “Cerca de 20 critérios foram considerados, sendo os mais relevantes a água em abundância e de qualidade, localização estratégica e disponibilidade de energia elétrica”.

Ainda conforme o texto divulgado pela empresa na ocasião, Paverama obteve a maior pontuação dentre as 76 cidades que demonstraram interesse em receber o investimento.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

Após pressão, Mastercard recua e suspende aumento de tarifa
Em depoimento, jovem diz que brincou com menina antes de matá-la
Deixe seu comentário
Pode te interessar