Terça-feira, 19 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Rio Grande do Sul Ação conjunta prende traficantes com meia tonelada de maconha em Portão

Compartilhe esta notícia:

Um dos presos é suspeito de ter colidido propositalmente um caminhão contra uma viatura da PRF no mês passado.

Foto: Divulgação/PRF
Um dos presos é suspeito de ter colidido propositalmente um caminhão contra uma viatura da PRF no mês passado. (Foto: Divulgação/PRF)

Em uma ação conjunta da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e PF (Polícia Federal), dois traficantes foram presos com uma camionete carregada de maconha, na tarde desta segunda-feira (12), em Portão.

Em 8 de junho, policiais rodoviários tiveram sua viatura propositalmente colidida pelo motorista de um caminhão que conseguiu fugir. O veículo, suspeito de ser utilizado por uma organização criminosa, foi encontrado logo em seguida vazio em um depósito.

A partir disso, polícias federais e rodoviários federais passaram a trabalhar em conjunto em busca do fugitivo e, na tarde desta segunda-feira, em uma ação integrada, interceptaram dois veículos: uma L200, com placas clonadas, que transportava meia tonelada de maconha, e uma S10 do Paraná, que dava apoio ao transporte.

O motorista da L200, um homem de 37 anos, foi preso após colidir contra uma árvore. O condutor da S10, de 39 anos, foi preso após tentar fugir e se esconder dos policiais. Ele é suspeito de ser o motorista do caminhão que colidiu na viatura em junho.

Os veículos, a droga e os presos, ambos com vasta ficha criminal e passagens prisionais, foram conduzidos para lavratura da prisão em flagrante, na Polícia Federal em Porto Alegre.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Porto Alegre amplia vacinação contra Covid-19 para homens com 36 anos nesta terça; não haverá drive-thru em operação
RS antecipa para 10 semanas o intervalo de vacinação entre doses da Astrazeneca e Pfizer
Deixe seu comentário
Pode te interessar