Quarta-feira, 27 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Brasil Anac autoriza pequenas companhias a usar slots da Avianca em Congonhas

Compartilhe esta notícia:

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Após a companhia aérea Avianca suspender suas operações em maio deste ano, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou que outras companhias possam fazer pousos e decolagens nos terminais que pertenciam a Avianca. As empresas Passaredo, Map e Azul receberam os slots autorizando a ação.

Com a decisão efetuada na última quarta-feira (14), dos 41 slots da Avianca, a MAP vai operar 12; a Azul 15, e a Passaredo ficou com 14. Todos eles, nos horários que eram operados pela Avianca Brasil na pista principal.

“A aprovação ocorreu após análise realizada em conjunto com o Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA) dos requisitos operacionais e de performance das aeronaves das empresas aéreas. Após a aprovação, as empresas poderão iniciar a oferta de voos de acordo com os horários alocados e as rotas registradas”, disse a Anac.

A Anac também confirmou a alocação dos 14 slots da pista auxiliar para a empresa Two Flex, dedicada à aviação regional com aviões de até nove lugares.

Redistribuição
No final de julho, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) redistribuiu os 41 slots da Avianca em Congonhas para a Azul, Map e Passaredo, três das quatro empresas que manifestaram interesse nas autorizações.

A decisão de redistribuir os slots foi tomada pela Anac no dia 25 de julho, em reunião extraordinária e vale para a temporada de 27/10/2019 a 28/3/2020, mas, segundo a Anac, considerando o nível crítico de concentração e alta saturação da infraestrutura de Congonhas, as empresas estão autorizadas a iniciar imediatamente a oferta de voos.

Mesmo com a redistribuição dos slots, duas companhias concentram mais de 87% dos slot de Congonhas: A Gol e a Latam, com pouco mais de 43% dos slots da pista principal, cada. A Azul, Passaredo e MAP dividem o restante, pouco mais de 12%.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

CNJ lança Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento
MEC lança cartilha de Política Nacional da Alfabetização
Deixe seu comentário
Pode te interessar