Segunda-feira, 30 de Março de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
31°
Partly Cloudy

Brasil Arquivos apreendidos de ex-presidente da Eletronuclear mencionam políticos

Nesta sexta (29), Othon Pereira da Silva prestou mais de quatro horas de depoimento à Justiça Federal. (foto: reprodução)

Peritos da Polícia Federal do Rio encontraram nomes de políticos ao analisarem parte dos 20 pendrives apreendidos em 2015 na casa do ex-presidente da Eletronuclear Othon Pinheiro da Silva.

No material, há ainda contratos e documentos da Petrobras e da Eletrobras.

Ao encontrarem nomes de deputados e de senadores com foro, a perícia foi interrompida e o material encaminhado ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

Na próxima semana, todos os pendrives e os relatórios serão encaminhados ao STF (Supremo Tribunal Federal), em Brasília. Os nomes não foram divulgados e o material está sob sigilo.

Nesta sexta (29), Othon Pinheiro da Silva prestou mais de quatro horas de depoimento à Justiça Federal. Ele reconheceu que recebeu R$ 3 milhões da Andrade Gutierrez, já como presidente da Eletronuclear, mas negou que se tratava de propina.

Pinheiro da Silva contou que o pagamento aconteceu por ter feito uma consultoria para a empreiteira antes de assumir o cargo.

“Já falei demais”, disse na saída do prédio da Justiça Federal, no Centro do Rio. (Folhapress)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Em depoimento, FHC nega remessas ilegais para ex-amante
Estado deposita mais 300 reais na conta dos servidores públicos na tarde de sexta-feira
Deixe seu comentário
Pode te interessar