Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Fair

Mundo Assassino da Noruega que matou 77 pessoas faz saudação nazista ao entrar em tribunal

Compartilhe esta notícia:

Anders Behring Breivik ergueu o braço direito no tribunal que julga uma ação que ele apresentou contra o Estado. (Crédito: Reprodução)

O norueguês Anders Behring Breivik, militante de ultradireita que assassinou 77 pessoas na Noruega em 2011, fez a saudação nazista (erguer o braço direito), mas sem dizer as palavras Heil Hitler (“Salve Hitler”, na tradução),  ao entrar no tribunal que julga uma ação que ele apresentou contra o Estado por suas condições de detenção.

Provocação. 

Breivik, com a cabeça totalmente raspada, vestido com um terno preto, entrou no ginásio da prisão de Skien – que foi transformado em sala de audiências – e, olhando para o local onde a imprensa estava, fez o gesto. Em 27 de outubro de 2014, em uma carta pública, Breivik, anunciou que aderia ao “nacional-socialismo”.

A Justiça norueguesa deve se pronunciar sobre uma demanda de Breivik contra o Estado, acusado de violar duas disposições da Convenção Europeia de Direitos Humanos, que proíbe o tratamento desumano ou degradante e que garante o “direito ao respeito da vida privada” e “à correspondência”.

Crime. 

Em 22 de julho de 2011, Breivik matou 77 pessoas, oito delas na hora em que detonou uma bomba perto da sede do governo norueguês, em Oslo, e 69, em sua maioria adolescentes, a tiros em um acampamento da juventude socialista na ilha de Utoya. Em 2012, o assassino foi condenado a 21 anos de prisão, pena que pode ser prolongada se a Justiça considerar que ele continua sendo um homem perigoso. (AG)

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Menino de 11 anos supera Albert Einstein em teste de QI, mas quer ser jogador de futebol
Pela primeira vez em séculos, o Japão está contratando ninjas. O salário é de 6 mil reais
Deixe seu comentário
Pode te interessar