Domingo, 31 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair

Notícias Atriz instalou câmeras escondidas para provar o perigo de ser morta pelo marido

Compartilhe esta notícia:

Entre as agressões, segundo Cristiane, estariam tapas, empurrões e até uma tentativa de enforcamento. (Foto: Reprodução)

A atriz Cristiane Machado divulgou vídeos em que alega sofrer agressões de seu marido, o empresário Sergio Schiller Thompson-Flores, que foram ao ar no programa Fantástico do último domingo (18).

Entre as agressões, segundo Cristiane, estariam tapas, empurrões e até uma tentativa de enforcamento com um cabo de carregador de celular. Ela conseguiu registrá-las graças a câmeras escondidas no quarto do casal.

A atriz é conhecida por ter feito pequenos papéis em algumas novelas da emissora, como Araguaia e Negócio da China, além de ter servido de inspiração para o artista plástico Vik Muniz compor a cena de abertura da novela Passione, em 2010.

Os dois se conheceram em março de 2017, engatando um namoro em maio do mesmo ano. Em agosto, houve o pedido de casamento, registrado no civil em novembro, com uma cerimônia religiosa em abril de 2018.

“Começa muito sutil, um empurrão, uma palavra grosseira. Ele me diminuía, me chamava de ‘burra’. Não gostava do meu trabalho, então queria me tirar da vida de atriz. Eu não podia mais ter senha no celular, ele tinha que ter acesso ao meu celular”, contou Cristiane ao Fantástico.

De acordo com ela, a primeira agressão teria ocorrido logo após o casamento civil, em que a teria empurrado e lhe dado um tapa após ser questionado por ela sobre o motivo de estar aparentemente estressado ao chegar em casa.

Cristiane chegou a se afastar de Sergio, mas resolveu perdoá-lo após ele pedir desculpas, inclusive perante a sua família: “É uma linha muito tênue a gente entender que um empurrão é uma agressão, você tem que entender que ali já acabou a relação.”

“A violência foi tão grande que ele pegou um fio de telefone, de carregador, bem grosso, botou no meu pescoço e tentou me enforcar […] porque eu tava ameaçando ir embora, então ele me deixou presa no quarto. Trancou todas as portas, fechou tudo e falou: ‘Você não vai sair daqui se não você morre’. Eu te mato e depois eu me mato”, contou.

Cristiane ainda contou que foi pedida a prisão preventiva do empresário, que está foragido.

A defesa de Sergio “nega as acusações de agressão e considera ilegal a decisão que decretou a prisão”, além de considerar que as imagens “foram editadas por ela e representam uma reação a uma ação anterior, que teria sido praticada pela própria Cristiane.”

Leia abaixo uma parte da nota dos advogados de defesa do empresário:

“Durante o período de 1º de setembro até o final do mês de outubro o casal conviveu diariamente em harmonia, inclusive em diversos locais públicos e na presença de amigos. Importante destacar que Sergio passou uma semana inteira com Cristiane no hospital, a seu pedido, quando teve que ser internada por conta de uma crise renal no início de setembro. Portanto resta claro que em nenhum momento houve qualquer tipo de comportamento que pudesse impor temor ou ameaça à sua ex-companheira. Que essas acusações possuem interesse patrimonial de Cristiane, que vem tentando inclusive um acordo financeiro. Neste acordo confeccionado pelo advogado da Cristiane, no valor de 400 mil reais, dobra o valor em caso de alegada repetição dos fatos, como vem sendo alegado pela mesma. Que já foi impetrado Habeas Corpus visando a revogação da ordem de prisão”, diz o comunicado assinado por Raphael Mattos e Caio Prado, advogados do senhor Sérgio Thompson-Flores.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

Em sua primeira sentença na Operação Lava-Jato, a juíza substituta de Sérgio Moro condenou o ex-diretor da Petrobras Renato Duque
Conheça alguns ex-colegas da Operação Lava-Jato que Sérgio Moro deve levar com ele para o Ministério da Justiça
Deixe seu comentário
Pode te interessar