Domingo, 05 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
26°
Fair

Mundo Atropelamento na Alemanha deixa dezenas de feridos

Imprensa diz que feridos são mais de 30, alguns em estado grave

Foto: Reprodução
Imprensa diz que feridos são mais de 30, alguns em estado grave Foto: Reprodução

Os feridos em um atropelamento aparentemente voluntário, no início da tarde desta quarta-feira (24) em Volkmarsen, na Alemanha, são “mais de 30, um terço em estado grave”, informou o tabloide alemão Bild. A polícia confirmou a informação, sem revelar ainda números concretos.

“Há várias dezenas de feridos, incluindo graves”, afirmou um porta-voz da polícia local.  No Twitter, a polícia revelou que o incidente provocou “várias dezenas” de feridos, mas que não está em condições de informar sobre o “número exato de vítimas e a gravidade das lesões”.

De acordo com a imprensa local, um carro de cor cinza metálico, da marca Mercedes e placa local, atingiu a multidão que assistia e participava de um desfile de carnaval em Volkmarsen, perto de Kassel, no centro da Alemanha, a cerca de 280 quilômetros a sudoeste de Berlim. O atropelamento ocorreu às 14h30 locais. O carro arrastou pessoas por uns 30 metros, deixando um rastro de vítimas estendidas no chão.

Imagens do atropelamento

Fotografias divulgadas pela imprensa local mostraram o carro parado à entrada de um parque de estacionamento de um supermercado. A região onde ocorreu o acidente ficou lotada de veículos de pronto-socorro, para atender às vítimas.

Testemunhas afirmaram ao diário Frankfurter Rundschau ter ficado com a impressão de que o suspeito procurou atingir particularmente as crianças, quando contornou uma barreira que bloqueava o acesso de veículos ao percurso do desfile e se lançou sobre a multidão. O condutor foi detido. Trata-se de um cidadão alemão de 29 anos, revelou um porta-voz da polícia citado pela televisão Hessenschau.

A emissora acrescentou que, apesar de ainda não haver dados sobre os motivos do atropelamento, os investigadores da polícia tendem a considerar “um ato voluntário”, mas “não um atentado”.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Empregado é torturado por empresário após suspeita de furto de R$ 8 mil em Goiás
“O Brasil acompanha situação do coronavírus na Itália”, diz o ministro das Relações Exteriores
Deixe seu comentário
Pode te interessar