Sábado, 19 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Cloudy

Brasil Bolsonaro autoriza privatização dos parques nacionais de Brasília e Santa Catarina

Compartilhe esta notícia:

Unidades de conservação são administradas pelo ICMBio

Foto: ICMBio/Divulgação
Unidades de conservação são administradas pelo ICMBio. (Foto: ICMBio/Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro autorizou, nesta segunda-feira (10), o início do processo de privatização dos parques nacionais de Brasília, no Distrito Federal, e de São Joaquim, em Santa Catarina. A medida foi publicada em decreto no Diário Oficial da União.

Até a conclusão do processo, no entanto, as unidades seguem sob a gestão do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), vinculado ao Ministério do Meio Ambiente.

Em nota, o Ministério da Economia, que também assina o decreto, afirmou que a medida tem como objetivo o “aumento do acesso à população e a otimização do uso de recursos públicos”. Ainda de acordo com a pasta, a concessão “garante o custeio de ações relativas à conservação, à proteção e à gestão das unidades”.

Programa de parcerias

Em julho, o ministro Ricardo Salles anunciou a destinação de R$ 2,5 milhões para reformas no Água Mineral, como é conhecida a unidade no Distrito Federal. A previsão era de que a parceria fosse formalizada até o fim de agosto.

A privatização dos dois parque nacionais segue uma recomendação do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos. a prática, o decreto inclui as reservas no Programa Nacional de Desestatização.

Concessão por 15 anos

A intenção de privatizar o parque foi anunciada pelo ministro Ricardo Salles, do Meio Ambiente, no fim de julho deste ano. Na ocasião, ele afirmou que a Flona (Floresta Nacional de Brasília) – também sob responsabilidade do ICMBio – seria concedida à iniciativa privada, o que ainda não ocorreu.

Segundo o ministro, a pasta trabalha para conceder os espaços pelo período de 15 anos. Além do Parque Nacional de Brasília, Salles disse que deve conceder à iniciativa privada outros parques nacionais do país como os dos Lençóis Maranhenses, no Maranhão; Jericoacoara, no Ceará; e Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

“Não há motivos para ter suspeitas sobre as vacinas contra o coronavírus”, diz a Organização Mundial da Saúde
O governo do Rio Grande do Sul entrega as propostas da reforma tributária à Assembleia Legislativa
Deixe seu comentário
Pode te interessar