Sábado, 04 de dezembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Política Bolsonaro recebe o presidente da Colômbia no Palácio do Planalto

Compartilhe esta notícia:

Presidente da Colômbia, Iván Duque está em visita oficial ao Brasil

Foto: Reprodução
Presidente da Colômbia, Iván Duque está em visita oficial ao Brasil. (Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu nesta terça-feira (19), no Palácio do Planalto, com o seu colega da Colômbia, Iván Duque, que está em visita oficial ao Brasil. Na segunda-feira (18), Duque teve reuniões em São Paulo com investidores, empresários e líderes de entidades que representam setores da economia.

Além de Bolsonaro, o presidente da Colômbia se reúne com os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), segundo o governo colombiano.

Relação entre os países

Em uma rede social, Duque afirmou que apoia a relação bilateral e o fortalecimento da cooperação em temas como comércio, turismo, saúde e proteção da Amazônia.

De acordo com o governo colombiano, há previsão de assinatura de sete acordos no encontro entre Bolsonaro e Duque nas áreas de cooperação policial, comércio, saneamento, agricultura, capacitação técnica, pesquisa e serviços aéreos.

A Colômbia tem interesse na experiência do Brasil na produção de etanol e no desenvolvimento agrícola da Amazônia, bem como deseja o apoio da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) para se aproximar de universidades e setor privado e realizar pesquisas.

O governo colombiano ainda declarou que será assinada uma carta de intenções sobre certificação eletrônica para facilitar o comércio de produtos de origem animal e vegetal.

Segundo o governo brasileiro, o encontro entre Bolsonaro e Duque visa “estreitar laços” da agenda bilateral em áreas como investimentos, comércio, agricultura, energia, saúde, segurança e migrações — Brasil e Colômbia têm fronteira com a Venezuela e lidam com o fluxo migratório provocado pela crise social e econômica do país vizinho.

O encontro entre os presidentes, cujos países têm cobertura da floresta, ocorreu duas semanas antes da COP 26, conferência das Nações Unidas sobre mudanças climáticas e preservação ambiental.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Universitária gaúcha é investigada por publicar imagem de um bolo de aniversário decorado com foto de Adolf Hitler
Equador decreta estado de exceção por causa da violência ligada ao narcotráfico
Deixe seu comentário
Pode te interessar