Sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Bruno Schmidt e Evandro vencem primos chilenos na estreia do vôlei de praia em Tóquio

Compartilhe esta notícia:

Equipe do técnico Renan Dal Zotto triunfa por 3 sets a 0

Foto: Reprodução
Partida foi disputada com sensação térmica acima dos 40ºC. (Foto: Divulgação/COB)

Os brasileiros Bruno Schmidt e Evandro Marco venceram os chilenos Marco e Esteban Grimalt, que são primos, por 2 a 1, na estreia do vôlei de praia nas Olimpíadas de Tóquio, parciais de 21/16, 16/21 e 15/12.

O jogo foi válido pela primeira rodada, e os times estão no grupo E, ao lado ainda dos times da Polônia e Marrocos. Os brasileiros voltam a jogar na madrugada de segunda para esta terça-feira (27), às 3h no horário de Brasília, contra os marroquinos El Graoui e Abicha.

Bruno Schimitd teve covid-19 no fim de fevereiro, foi internado por quatro dias, ficou outros nove no hospital e, aos poucos, foi se recuperando. Ao lado de Evandro, tentou disputar uma etapa do Circuito Mundial no México, em abril, mas os resultados não foram bons, e o time desistiu de, juntos, seguir no tour.

Bruno descansou, continuou o trabalho para estar 100% fisicamente e, após alguns bons resultados em junho e julho em competições nacionais e internacionais, a equipe chegou a Tóquio como candidata ao pódio.

E o status de candidato ao pódio começou a ser mostrado neste domingo. Evandro, melhor sacador do mundo, anotou quatro aces só no primeiro set – o mais veloz chegou a 90 km/h. Bruno, mesmo com o calor, se jogou em todas as bolas na defesa, e mostrou sua tradicional classe no ataque. O Brasil abriu 14 a 9.

Naquele momento, dois erros do ataque de Evandro fizeram com que os chilenos encostassem, mas logo na sequência os brasileiros abriram novamente, 16 a 12. Mesmo com alguns erros no finzinho, Bruno e Evandro fecharam em 21/15.

O calor estava escaldante, com 32ºC, mas com uma sensação térmica que passa dos 40ºC por conta da umidade. A partida foi disputada no sol das 11h da manhã em Tóquio. No segundo set, os chilenos entraram mais concentrados, e a partida seguiu equilibrada e os primos abriram 11 a 9 e mantiveram a vantagem. Evandro foi muito bem marcado, e o jogo acabou 21/16. Só nessa parcial, o Brasil errou 13 bolas, ou seja, deu 13 pontos “de graça” para os rivais.

No terceiro set, os chilenos chegaram a abrir 5 a 3, mas um ace de Evandro e, na sequência, um outro grande saque para colocar o Brasil na frente, 6 a 5. Mas, logo depois, um erro de Evandro colocou novamente os chilenos na frente, 10 a 8. Depois, bloqueio de Evandro, e tudo igual de novo: 10 a 10. No finzinho, os dois fizeram jogadas e pontos decisivos para fechar a partida.

O regulamento da competição prevê são seis grupos com quatro duplas. As duas primeiras avançam. Além disso, as duas melhores terceiras também passam. As outras quatro terceiras jogam entre si, em uma espécie de repescagem, para apontar mais duas duplas que totalizarão 16 participantes das oitavas de final.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Enem tem o menor número de inscritos desde 2005
Agatha e Duda passam por argentinas na estreia do torneio feminino de vôlei de praia em Tóquio
Deixe seu comentário
Pode te interessar