Sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Campeonato mundial com mais de 80 atletas em Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

São esperados aproximadamente 80 velejadores de 25 países para a competição de barcos de rádio controlado, que será realizada pela primeira vez na América do Sul. (Foto: Divulgação)

O Clube dos Jangadeiros será sede do Campeonato Mundial da classe IOM (International One Meter), competição de barcos de rádio controlado que acontecerá entre os dias 15 e 23 de novembro, nas águas do Guaíba. As regatas serão realizadas no oeste da ilha do clube, próximo ao monumento das velas de pedra.

“É gratificante receber esse reconhecimento e ter a possibilidade de sediar as competições mundiais em nosso clube. Nossa expectativa é realizar um grande campeonato e fazer com que os velejadores levem na memória as belezas de nossa ilha”, destacou o Comodoro Pedro Pesce.

Esta vai ser a primeira vez que o campeonato será realizado na América do Sul, e a expectativa é de que aproximadamente 80 velejadores de 25 países participem das regatas. A competição, que acontece a cada dois anos, teve sua primeira edição promovida em 1994, na França. Os competidores disputarão as primeiras regatas, que acontece no terceiro dia de evento, divididos em cinco flotilhas.

“Nosso clube foi escolhido para sediar esta grande competição após recebermos o Campeonato Sul-Americano da classe. Esperamos que os ventos ajudem para as regatas que vão reunir os principais nomes da IOM nas águas do Guaíba”, disse Carlos Henrique de Lorenzi, o Dedá, que integrará a Comissão de Regatas e apoio ao campeonato.

Este será o quinto campeonato mundial de vela sediado pelo Clube dos Jangadeiros. O primeiro foi o Mundial de Snipe, em 1959, que também, naquela oportunidade, foi o primeiro da classe realizado abaixo da linha do Equador. O clube também recebeu os mundiais de 470 em 1980 e 1996, e novamente a competição de Snipe, em 1993.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

“A China cada vez mais faz parte do futuro do Brasil”, diz Bolsonaro
Sinais ajudam no diagnóstico precoce da Diabetes
Deixe seu comentário
Pode te interessar