Quarta-feira, 28 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Mostly Cloudy

Notícias O Detran gaúcho alerta os donos de veículos sobre problema no pagamento de taxas em lotéricas

Compartilhe esta notícia:

Falha no sistema pode ter afetado pagamentos realizados desde setembro. (Foto: Agência Brasil)

Proprietários de veículos que realizaram pagamentos nas lotéricas podem não ter o veículo devidamente licenciado: por causa de uma instabilidade no sistema informatizado da Caixa, as consultas por placa e Renavam não estão retornando com informações referentes às multas de trânsito exigíveis, mas apenas com valores relativos à taxa do Detran-RS, IPVA e seguro DPVAT. O problema pode ter afetado pagamentos realizados a partir do início de setembro.

Como o sistema está deixando de relacionar eventuais multas de trânsito vencidas, sem saber que as possui, o cidadão pode ter a falsa sensação de ter quitado todos os débitos para o licenciamento do seu veículo, já que solicitou ao atendente o pagamento do valor total. Mas, somente será considerado licenciado o veículo que não possuir nenhuma pendência junto ao Detran-RS, o que inclui a quitação das multas vencidas.

Não há previsão de prazo para a correção do sistema pela Caixa, por isso, o Detran alerta todos os proprietários de veículos para que consultem no site www.detran.rs.gov.br (página “Consulta Veículo”) se existe alguma pendência para a efetivação do licenciamento e emissão do certificado anual (CRLV). Basta informar a placa e o Renavam.

A Caixa continua recebendo pagamento de multas, porém, apenas por meio de guia de arrecadação com código de barras (GAD-M), que pode ser impressa no site do DetranRS, menu Infrações/Multas (Emissão de notificações e de guias para pagamento).

Até que seja resolvido o problema de sistema nas lotéricas da Caixa, quem possui multas vencidas e não tiver em mãos a guia de arrecadação deve providenciar a quitação dos débitos de seu veículo em qualquer um dos outros bancos conveniados ao Detran: Banrisul, Banco do Brasil (para correntistas; não correntistas, nos Correios), Bradesco, Sicredi e Santander.

Emplacamento 

A partir desta segunda-feira, os proprietários de veículos que precisam do primeiro emplacamento ou de substituição do dispositivo no Rio Grande do Sul ganharão tempo: o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) simplificou o processo, que será finalizado na própria EPIV (Estampadora de Placa de Identificação Veicular), sem necessidade de voltar ao CRVA (Centro de Registro de Veículos Automotores).

Até então, depois de ir ao CRVA fazer a vistoria, o proprietário deveria levar a autorização para fabricação da placa na EPIV e retornar ao CRVA para colocar a placa e inserir a informação no sistema e encerrar o processo. Com a adoção da placa Mercosul, que não tem lacre, e o credenciamento das EPIVs pelo Detran gaúcho, essa etapa deixou de ser exigida.

O proprietário deverá entregar as placas e lacres antigos para a EPIV, que as inutilizará, e certificar-se de que as novas placas sejam colocadas corretamente no veículo autorizado pelo CRVA. A fixação da placa no veículo pode ser realizada por um terceiro, inclusive a própria EPIV. Mais informações podem ser conferidas no site www.detran.rs.gov.br.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

A Apple muda sua estratégia no Brasil, com preço menor de iPhone, serviço grátis e parceria com lojas
O Facebook pode receber multa de 35 bilhões de dólares pelo mau uso de reconhecimento facial
Deixe seu comentário
Pode te interessar