Sábado, 19 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Cloudy

Rio Grande do Sul Começa o desvio permanente no quilômetro 99 da BR-290 para as obras da nova ponte do Guaíba

Compartilhe esta notícia:

Estrutura deve ser liberada ao tráfego de veículos até novembro. (Foto: Divulgação/Dnit)

Por causa do avanço das obras da nova ponte do Guaíba, entrou em operação no final da manhã deste sábado (8) um desvio permanente para acesso de veículos ao vão móvel da atual travessia. De acordo com o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), os trabalhos estão bastante adiantados e a nova estrutura deve ter o seu tráfego liberado até novembro.

A interrupção foi instalada no quilômetro 99 da rodovia federal BR-290/BR-116, em Porto Alegre, no sentido Interior-Capital, logo depois da ponte do Saco da Alemoa. Funcionários do Departamento providenciaram a sinalização do local, a fim de evitar confusão para os motoristas que passam por ali.

Já no sentido oposto, o estreitamento da pista é mantido, a fim de viabilizar a continuidade da instalação de estacas de concreto da estrutura, bem como de um canteiro central, pila e travessas.

Detonação

Também neste sábado, a empresa Energética Campos de Cima da Serra começou uma nova etapa de abertura de comportas laterais da barragem Passo do Meio, em São Francisco de Paula (Serra Gaúcha). O procedimento é realizado por meio de detonações controladas.

O uso de explosivos foi autorizado pelo Exército e o plano de aplicação para a abertura da primeira comporta foi também liberado pela Fepam (Fundação Estadual de Proteção Ambiental). Segundo a empresa, foi calculado que a vibração da detonação não deve causar riscos à estrutura da barragem.

Serão realizados três avanços, dois com detonação e um manual. A segunda detonação está prevista para ocorrer entre as 18h de segunda-feira (10) e as 6h de terça-feira.

Já a terceira fase para abertura da comporta será realizada de forma manual. A estimativa é de que a primeira comporta esteja aberta até o dia 12 de agosto. O processo deve reduzir significativamente o volume de água da barragem e os risco de inundação, para posterior manutenção das duas fissuras identificadas.

Por meio do Sistema de Comando de Incidentes, em Bento Gonçalves, a Coordenadoria Regional de Defesa Civil do Rio Grande do Sul atuará de forma conjunta com o Corpo de Bombeiros e a Brigada Militar durante nova varredura das áreas ribeirinhas ao longo do rio das Antas, para garantir a segurança da população durante as detonações.

O Centro de Operações da Defesa Civil enviou, na tarde de sexta-feira um alerta via SMS e mensagens de texto individuais para os moradores das comunidades com casas próximas ao rio e que estão na zona de impacto direto.

O trabalho de abertura das comportas laterais da barragem continua sendo realizado pela empresa Energética Campos de Cima da Serra, porém ainda sem prazo definido para conclusão.

Os proprietários de casas nas proximidades devem seguir as orientações, evitando a ocupação, visitação ou permanência durante os próximos dias como forma preventiva. A equipe de assistência social da empresa permanece acompanhando os moradores removidos de suas residências, prestando todo auxílio e atendimento necessário.

Equipes da Agergs (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul), Departamento de Recursos Hídricos e da Sala de Situação da Sema (Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura) seguem monitorando a situação e o nível do rio das Antas nos pontos à montante e à jusante da barragem de forma permanente.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

O movimento no comércio de Porto Alegre foi intenso até a tarde deste sábado, véspera do Dia dos Pais
Governo do Rio Grande do Sul recebe 25 pedidos de reconsideração de regiões em bandeira vermelha no Estado
Deixe seu comentário
Pode te interessar