Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Copa do Brasil de vela define equipe para o Mundial da Juventude

Compartilhe esta notícia:

Jovens talentos da vela nacional na Copa Brasil 2021. (Foto: Divulgação)

A nona edição da Copa Brasil 2021 terminou neste final de semana, na Escola de Vela Lars Grael, em Ilhabela (SP), com quatro dias de regatas e quase 200 participantes espalhados por várias categorias. Com objetivos diferentes, os atletas usaram o tradicional evento para trocar experiência e ganhar ainda mais ritmo de prova.

Primeiro evento de ponta no País após a realização dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, a Copa Brasil de Vela marcou retornos importantes como de Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino na classe Nacra e as novas duplas de 470, que para Paris 2024 serão formadas por um homem e uma mulher.

Outro destaque da edição 2021 foi a definição das vagas para o Mundial de Juventude de Omã. Um dos confirmados na competição de base foi Alex Kuhl, primeiro e único campeão mundial de Optimist. O garoto de Ilhabela (SP) venceu na classe 420 ao lado de Marcos Arndt.

“Classificamos para o Mundial então estou muito feliz. Eu e o Alex vamos descansar um dia e depois já voltamos para os treinos visando o Mundial para garantir o melhor resultado possível por lá”, comentou Marcos Arndt.

Além deles, outras duplas garantiram seus lugares no Mundial do ano que vem. Lorenzo Ballestrin e Pedro Berenitiz (29er masculino), na versão feminina Gabriela Vassel e Larissa Oliveira. Já no 420, Joana Gonçalves e Luisa Madureira estarão no evento de Omã. Os adolescentes Pedro Madureira (ILCA), Isadora Dal Ri (ILCA), Thiago Rodrigues (Bic Techno), Roberto Cardoso e Julia Olliver (Hobbie Cat) e Rodrigo Moraes (Kite) confirmaram suas vagas.

“Nós da CBVela estamos muito felizes com a realização da Copa Brasil de Vela aqui em Ilhabela. Eu acredito que os melhores tenham vencido. Ilhabela é uma raia bem desafiante e leva os velejadores ao extremo. Tivemos um nível altíssimo e pudemos perceber uma evolução dos jovens e futuro da equipe olímpica se renovando com essas classes novas”, disse Walter Böddener, gerente de eventos da CBVela.

Último dia de regatas

O último dia de regatas foi desafiador. Com ventos fortes de até 24 nós, os velejadores tiveram que contornar o mau tempo e correr atrás do título. Experiência e concentração foram fundamentais no palco mais importante da modalidade do País, que é Ilhabela (SP).

“Foi, de fato, uma Copa Brasil desafiadora para todos, incluindo velejadores, gerenciamento de regatas e juízes. Ventos muito variados, de diferentes quadrantes, culminando com a entrada da frente, um sudoeste bem forte, chegando a 24 nós”, finalizou Walter.

A nova classe olímpica IQFoil contou com 12 participantes e foi vencida por Matheus Isaac, morador de Ilhabela.

“Quero fazer muito bem a campanha olímpica de IQFoil de Paris 2024. Foi muito bom participar da Copa Brasil de Vela em Ilhabela, que é a minha casa. Ganhei todas as regatas e estou muito feliz com meu desempenho”, comentou Matheus.

Além dos jovens, a competição trouxe grandes nomes como os representantes de Tóquio 2020 Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino (NACRA), Ana Barbachan (470), que venceram as disputas em suas respectivas classes.

Ana Barbachan ganhou o 470 misto com Rodrigo Duarte, superando uma das favoritas, a baiana Juliana Duque. A campeã mundial de Snipe e medalhista pan-americana correu com Rafael Martins e ficou com o vice.

“Foi muito legal a gente ver que os velejadores experientes continuam contribuindo para o nosso esporte ser competitivo e ao mesmo tempo temos uma safra de atletas de altíssimo nível surgindo”, disse Marco Aurélio de Sá Ribeiro, presidente da CBVela.

“A CBvela tem um papel fundamental no crescimento dos atletas. Temos investido muito no treinamento e no desenvolvimento dos velejadores de categorias de base para que a gente forme futuros campeões”, explicou Daniel Azevedo, vice-presidente da CBVela.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Bayern faz cinco gols no primeiro tempo, massacra o Leverkusen e volta à liderança do Campeonato Alemão
Juventude demite o técnico Marquinhos Santos
Deixe seu comentário
Pode te interessar