Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
18°
Thunderstorm

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui


Brasil Cursos universitários presenciais no Brasil voltaram a ganhar alunos no início deste ano

Compartilhe esta notícia:

Houve uma recuperação de cursos presenciais, especialmente em Direito, Psicologia e Enfermagem. (Foto: Divulgação/UFPel)

Pesquisa realizada em março pelo Semesp, entidade que representa as mantenedoras de ensino superior, mostra que os cursos universitários presenciais voltaram a ganhar alunos no início de 2024. Nos últimos anos, graduações a distância (EAD) cresceram significativamente, enquanto as presenciais vinham apresentando desaceleração. A pesquisa também revela redução dos valores das mensalidades: menos 16,7%, em média, nos cursos presenciais, e 4,5% naqueles remotos.

De 2018 a 2022, último ano com dados disponíveis, o número de vagas oferecidas em cursos presenciais caiu 11%, enquanto as vagas em cursos a distância aumentaram 139,5%, segundo o Censo da Educação Superior 2022, do Ministério da Educação.

Nesse mesmo período, o número de cursos EAD cresceu 189,1%. Dos 4,75 milhões de estudantes que ingressaram em graduações no Brasil em 2022, 3,1 milhões foram na modalidade remota, que ganhou força ao longo da última década com a crise econômica e a pandemia, e 1,6 milhão em cursos presenciais.

Em 2024, segundo a pesquisa do Instituto Semesp, centro de inteligência analítica e levantamento de dados subordinado à entidade, 52,2% das instituições particulares registraram crescimento de alunos em cursos presenciais. Os pesquisadores consultaram 71 instituições particulares brasileiras, de 1º a 17 de março.

Os cursos presenciais que registraram maior alta foram Direito (11,9%), Psicologia (11,5%) e Enfermagem (6,4%). Já os cursos EAD que tiveram maior crescimento foram Administração (19,5%), Pedagogia (17,7%) e, empatados em terceiro lugar com 10,6%, Contabilidade e Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

As instituições privadas com até 7 mil alunos, consideradas de pequeno ou médio porte, registraram crescimento médio de 3,5% no número de ingressantes em cursos presenciais. As instituições com mais de 7 mil alunos (de grande porte) apresentaram crescimento médio de 8,8%.

Valores

Outra pesquisa do mesmo instituto – esta realizada de 21 de fevereiro a 11 de março e na qual foram consultadas 236 instituições privadas de ensino superior, que oferecem 105 cursos presenciais e 141 cursos EAD – avaliou o preço das mensalidades para alunos ingressantes. Em comparação com 2023, neste ano as mensalidades caíram 16,7%, em média, nos cursos presenciais, e 4,5% nos cursos EAD.

O valor médio das mensalidades de cursos presenciais para o primeiro semestre de 2024 é de R$ 1.132, enquanto o preço médio em cursos EAD é de R$ 348.

De modo geral, o valor médio das mensalidades é menor nas instituições grandes (com mais de sete mil alunos), e as instituições sem fins lucrativos cobram mensalidade média maior do que as com fins lucrativos.

Entre os cursos presenciais pesquisados, Medicina é o mais caro, com média de R$ 10.156, seguido por Veterinária (R$ 2.423) e Odontologia (R$ 2.153). As mensalidades dos três cursos presenciais mais procurados são de R$ 1.141 (Direito), R$ 1.176 (Psicologia) e R$ 993 (Enfermagem).

Já entre os cursos EAD mais procurados, Administração custa em média R$ 333 por mês, Pedagogia R$ 301 e Contabilidade, 347. A pesquisa não registra informações sobre a mensalidade do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas na modalidade EAD.

Segundo a pesquisa, 29,2% das instituições de ensino superior que ofertam cursos presenciais e 28,9% das que ofertam EAD oferecem desconto para pagamento das mensalidades até o dia do vencimento.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Montadoras no Brasil anunciam investimento recorde de R$ 95 bilhões até 2032
INSS pretende economizar R$ 10 bilhões este ano com sua operação contra fraudes
https://www.osul.com.br/cursos-universitarios-presenciais-no-brasil-voltaram-a-ganhar-alunos-no-inicio-de-2024/ Cursos universitários presenciais no Brasil voltaram a ganhar alunos no início deste ano 2024-03-31
Deixe seu comentário
Pode te interessar