Sábado, 04 de dezembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Inter De principal jogador à reserva: Relembre momentos da passagem de Paolo Guerrero pelo Inter

Compartilhe esta notícia:

Peruano se despede do clube após passagem de três anos

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Paolo Guerrero assinou sua rescisão contratual com o Inter na tarde desta terça-feira (26). Após pouco mais de três anos vestindo a camisa colorada, o atacante peruano colocou um ponto final em uma história repleta de altos e baixos no Beira-Rio. Hoje, veremos todos os momentos do agora ex-camisa 9 pelo clube.

O ano era 2018 e Guerrero desembarcava em Porto Alegre como a principal contratação da Era Rodrigo Caetano. Vindo de uma passagem frustrante pelo Flamengo, o peruano chegava ao Inter sob uma punição de doping, na qual ele conseguiu um efeito suspensivo para disputar a Copa do Mundo de 2018. Mesmo com o risco de perder o jogador para a temporada, o Inter apostou em sua contratação.

Em sua chegada, foi recebido com festa pela torcida no estádio Beira-Rio. Guerrero era considerado a peça diferencial que faltava para um Inter que brigava pelo título brasileiro. Já que Leandro Damião, titular na época, variava entre bons e maus momentos. Contudo, o TAS deu continuidade à punição do centroavante e ele não pode estrear naquele ano.

Sete meses se passaram e a função de Guerrero crescia cada vez mais dentro do Inter. Agora com a camisa 9, deixada por Leandro Damião, estreou em grande estilo, já marcando um gol. O centroavante foi o grande nome do elenco daquela temporada, na qual ele marcou 20 gols e ajudou a levar o colorado para uma final de Copa do Brasil, após dez anos.

O centroavante iniciou 2020 a todo vapor. Sob comando de Eduardo Coudet, era quem comandava o time na Libertadores e no início do Brasileiro. Com apenas um terço da temporada, Guerrero já dominava a artilharia do Inter com incríveis 10 gols. Porém, uma lesão grave no ligamento cruzado no joelho tirou o peruano do restante da temporada. 

Após sete meses de recuperação, Paolo Guerrero retornou em março, no Gauchão. Ele já não era mais o titular absoluto, muito por conta de Thiago Galhardo, e ainda via Yuri Alberto em uma alta crescente brigando pela posição. Ao longo da temporada, Galhardo rumou para o Celta de Vigo e Guerrero se tornou reserva imediato de Yuri.

Mesmo assim, os problemas no joelho ainda prejudicavam Guerrero. Desde seu retorno, o centroavante não conseguiu firmar uma boa sequência de partidas. Ele até voltou a marcar no Brasileirão, após um longo jejum. Mas uma nova lesão, dessa vez pela seleção, foi determinante para o pedido de rescisão do atleta.

O centroavante se despede do clube após pouco mais de três anos e dois meses. Em 72 partidas disputadas, marcou em 32 oportunidades. Foi o melhor jogador da Copa do Brasil de 2019, mas não conquistou nenhum título em toda sua passagem pelo Beira-Rio.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Inter

Guerrero assina rescisão e não é mais jogador do Internacional
Inter tem interesse na permanência de Moisés
Deixe seu comentário
Pode te interessar