Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Porto Alegre

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Mundo Desesperado para salvar sua candidatura à reeleição, Biden retoma campanha sob pressão

Compartilhe esta notícia:

Biden enfrenta uma pressão cada vez maior para deixar a disputa após sua desastrosa participação no debate.

Foto: Reprodução
Presidente dos EUA já preocupava por sua idade e diversos lapsos de fala ao longo dos últimos anos. (Foto: Reprodução)

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, retomou a campanha pela reeleição no domingo (7), desesperado para salvar sua candidatura à reeleição, enquanto líderes democratas de alto escalão se reúnem para discutir os apelos cada vez maiores para que ele abandone a corrida pela Casa Branca.

O mandatário de 81 anos esteve em uma igreja pentecostal de Mt Airy, na Filadélfia, frequentada principalmente por afro-americanos, como parte de dois eventos de campanha no Estado da Pensilvânia, antes de ser o anfitrião da cúpula de líderes da Otan em Washington.

“Sei que não tenho 40 anos”, que “já os completei”, declarou na igreja, em uma breve alusão ao debate sobre sua capacidade de continuar governando. “Somos todos imperfeitos”, acrescentou, referindo-se à necessidade de “unir novamente” os Estados Unidos. “É o meu objetivo. É o que vamos fazer”, afirmou, enquanto os presentes gritavam “mais quatro anos”.

Biden enfrenta uma pressão cada vez maior para deixar a disputa após sua desastrosa participação no debate contra Donald Trump em 27 de junho. O presidente, no entanto, tem se mantido desafiador e afirma ser o único capaz de derrotar o republicano. Até agora, cinco congressistas democratas pediram para que Biden se retire da corrida eleitoral, mas a tendência só aumenta. Outros dois parlamentares democratas de alto escalão não pediram explicitamente a desistência de Biden, mas alertaram que ele ainda precisa conquistar os eleitores preocupados com sua idade.

“Existe apenas um motivo para a corrida entre Trump e Biden estar acirrada, e é a idade do presidente”, disse o deputado Adam Schiff ao programa “Meet the Press”, da emissora NBC. Enquanto alguns especulam que Biden poderá deixar os próximos dias de campanha nas mãos da vice-presidente Kamala Harris, Schiff acrescentou: “Acredito que ela poderia muito bem vencer de forma esmagadora”. Já o senador democrata Chris Murphy afirmou que “o presidente precisa fazer mais”, incluindo eventos não programados, como reuniões municipais, para garantir aos eleitores que ele possui a acuidade mental e a aptidão física necessárias para um segundo mandato.

O líder da minoria na Câmara dos Representantes, Hakeem Jeffries, programou uma reunião virtual de importantes deputados democratas para discutir o melhor caminho a seguir e, segundo relatos, Mark Warner está trabalhando para convocar um fórum semelhante no Senado. A primeira-dama Jill Biden, que, segundo alguns relatos da mídia americana, está incentivando seu marido a continuar na corrida. Biden também terá que tranquilizar seus aliados da Otan durante reunião iniciada nessa terça (9), no momento em que muitos países europeus temem uma vitória de Trump em novembro.

O republicano de 78 anos critica há muito tempo a Otan como um fardo injusto para os Estados Unidos, elogiou o presidente russo Vladimir Putin e insistiu que poderia encerrar rapidamente a guerra na Ucrânia, invadida por Moscou em fevereiro de 2022. Até agora, os pesos pesados democratas têm mantido sob controle qualquer descontentamento latente com seu líder, pelo menos em público. Mas faltando apenas quatro meses para o dia das eleições, qualquer movimento para substituir Biden como candidato deverá ocorrer mais cedo ou mais tarde.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Especialista em doença de Parkinson visitou a Casa Branca oito vezes em oito meses
Conheça tudo o que seu CPF é capaz de fazer
https://www.osul.com.br/desesperado-para-salvar-sua-candidatura-a-reeleicao-biden-retoma-campanha-sob-pressao/ Desesperado para salvar sua candidatura à reeleição, Biden retoma campanha sob pressão 2024-07-09
Deixe seu comentário
Pode te interessar