Terça-feira, 07 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Cloudy

Brasil Dilma criticou a Vila Olímpica e explicou por que não vai à abertura da Olimpíada do Rio

Compartilhe esta notícia:

Petista foi afastada da Presidência por crime de responsabilidade fiscal (Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil)

A presidenta afastada Dilma Rousseff explicou nessa quarta-feira as razões que motivaram sua decisão de não participar da abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que acontecerá em 5 de agosto, no Estádio do Maracanã.

Em entrevista à Rádio Educadora, de Uberlândia (MG), Dilma foi contundente ao afirmar que não participaria “como espectadora” do evento, uma vez que trabalhou ativamente na preparação do torneio. “Participei desde o início para trazer os Jogos Olímpicos para o Brasil. Não vou participar como espectadora de um ato do qual fui protagonista”, disparou Dilma, que complementou sua resposta posteriormente em conversa com internautas.

“Era tudo o que eu gostaria: estar presente. No entanto, o governo interino, provisório e ilegítimo sem ter dado qualquer contribuição para a realização das Olimpíadas foi convidado e estará oficialmente participando da abertura junto com o COB [Comitê Olímpico do Brasil] e o COI [Comitê Olímpico Internacional]. Portanto, não vejo sentido em estar nessa cerimônia e isso com grande tristeza”, escreveu Dilma.

A presidenta afastada também criticou as instalações da Vila Olímpica. “A Vila dos Atletas, que é responsabilidade da prefeitura do Rio, é a única infraestrutura que tem problema e que tem que ser resolvido”, disse.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

O Brasil tem 1.749 casos confirmados de microcefalia
Os brasileiros estão mais preocupados com a organização da Olimpíada do Rio do que estavam com a da Copa do Mundo
Deixe seu comentário
Pode te interessar