Sábado, 04 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Fair

Mundo Dois terços dos católicos americanos aprovam a criação de filhos por casais gays

Compartilhe esta notícia:

Suprema Corte dos EUA legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo em todo o país. (Brett Flashnick/AP

Quando desembarcar nos Estados Unidos no dia 22 de setembro, o papa Francisco encontrará católicos distantes da doutrina da Igreja quando no que se refere à organização familiar: dois terços consideram aceitável um casal de pessoas do mesmo sexo criar filhos e 84% não veem nenhum problema no fato de um homem e uma mulher constituírem famílias fora do casamento. As conclusões são do Pew Research, um dos mais respeitados institutos de pesquisa do país, que traçou um perfil dos católicos norte-americanos a partir de entrevistas realizadas em maio e junho.

Apesar de apenas 20% da população dos EUA se declarar seguidora da religião, um total de 45% têm alguma forma de conexão com a Igreja.

“Os Estados Unidos são uma nação de pessoas cujos laços com o catolicismo são profundos e amplos”, diz o estudo. A pesquisa mostra que os seguidores da Igreja são mais abertos que os protestantes em relação à coabitação romântica entre pessoas do mesmo sexo: 70% consideram esse tipo de relacionamento aceitável, incluindo 46% que o classificam como tão bom quanto qualquer outro estilo de vida. Entre os protestantes, a aceitação é de 53%. O percentual cai para 41% entre os evangélicos brancos.

Legalização
O papa chega aos EUA quase três meses depois de a Suprema Corte ter legalizado o casamento entre pessoas do mesmo sexo em todo o país. Um dos principais eventos da visita será o Encontro Mundial das Famílias. (Cláudia Trevisan/AE)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Planalto não espera grandes protestos contra Dilma em desfile do 7 de Setembro
Tribunal de Contas da União reage às críticas de Joaquim Barbosa e diz que sua acusação revela “desequilíbrio” e “destempero”
Deixe seu comentário
Pode te interessar