Domingo, 16 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
35°
Fair

Brasil Em queda de braço com o Congresso, a presidenta Dilma decidiu assumir as rédeas nas negociações pela aprovação da reforma previdenciária e da recriação da CPMF

Dilma aceitou a sugestão de líderes da base aliada e se pretende se reunir pessoalmente com todas as bancadas de partidos da Câmara dos Deputados. (Foto: Ricardo Borges/Folha Imagem)

Em queda de braço com o Congresso, a presidenta Dilma Rousseff decidiu assumir as rédeas nas negociações pela aprovação da reforma previdenciária e da recriação da CPMF, consideradas as prioridades do governo no primeiro semestre.

Dilma aceitou a sugestão de líderes da base aliada e, a partir do dia 23 deste mês, pretende se reunir pessoalmente com todas as bancadas de partidos da Câmara dos Deputados que apoiam a administração petista.

A agenda de encontros é preparada pelo ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, e a ideia é receber semanalmente três a quatro bancadas federais no Palácio do Planalto de um total de 14 partidos. Na sequência, a proposta é repetir a iniciativa com o Senado Federal.

Com a resistência do Poder Legislativo às duas propostas, o Planalto avalia que o envolvimento direto da presidenta será necessário para viabilizar uma convergência em torno das medidas. (Folhapress)

Voltar Todas de Brasil

Compartilhe esta notícia:

Ex-tesoureiro do PT ficará em silêncio ao depor sobre apartamento triplex
Líderes de centrais sindicais disseram ser contra a reforma da Previdência e defenderam que o momento é para decidir medidas para retomada do crescimento e aumento do emprego
Deixe seu comentário
Pode te interessar