Quarta-feira, 08 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Light Drizzle

Últimas Enfermeira chinesa que ajuda no combate ao coronavírus pede que governo a ajude a conseguir um namorado

Compartilhe esta notícia:

Tian Fangfang disse que era uma brincadeira para o público permanecer positivo.

Foto: Reprodução/Weibo
Tian Fangfang disse que era uma brincadeira para o público permanecer positivo. (Foto: Reprodução/Weibo)

Uma enfermeira está ajudando a China a se livrar do surto do novo coronavírus atuando na cidade de Wuhan, epicentro da epidemia. Mas a profissional de saúde de 30 anos, que está solteira, pediu como recompensa de seu trabalho algo inusitado: um namorado.

Em uma rede social chamada Weibo, uma espécie de Twitter, Tian Fangfang pediu para que o país pudesse dar uma ajudinha para ela arranjar um namorado quando a epidemia acabar. Ela postou uma imagem segurando um pedaço de papel com a mensagem escrita. O detalhe é que ela ainda estava vestindo um traje de proteção e um par de óculos, ou seja, irreconhecível.

Tian virou uma celebridade online da noite para o dia e, é claro, que muitas outras imagens começaram a circular na web mostrando o rosto da jovem. Ela deu uma entrevista à agência de mídia independente “Ren Jian Zhi Bei” dizendo que estava surpresa ao descobrir que toda a nação sabia que ela estava procurando um novo amor.

Mas a enfermeira não aceita qualquer um. Ainda segundo a agência, o candidato precisa ser alto, nada de baixinhos, e que, na verdade, ela teria compartilhado a mensagem na esperança de incentivar “o público a se permanecer positivo em meio à crise da saúde e esperar um futuro melhor”. Ainda disse que, no momento, o mais importante é tratar pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Segundo informações do jornal “Daily Mail”, Tian foi a primeira funcionária a se inscrever para ajudar durante o surto no hospital onde trabalha. Seu pai, que também é da área da saúde, teria ajudado a combater o surto de SARS que atingiu o país em 2003 e um grande inspiração. Ela chegou ao Hospital Dahuashan Fang Cang, no distrito de Jiangxia, em Wuhan, em 11 de fevereiro e trabalha lá desde então.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Últimas

Sancionada lei que permite regularização e expansão do Porto Seco
Morre o jornalista Celso Pinto, criador do jornal Valor Econômico, aos 67 anos
Deixe seu comentário
Pode te interessar