Sexta-feira, 14 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Partly Cloudy

Brasil “Estou à disposição tanto do presidente quanto do país” afirmou Raquel Dodge sobre volta a PGR

Compartilhe esta notícia:

O pedido de investigação tem o objetivo de levar a Procuradoria a investigar o presidente pelo fato. A decisão sobre a abertura ou não de investigação, no entanto, cabe à procuradora Raquel Dodge. (Foto: STF)

A Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, afirmou que está a disposição para uma eventual volta ao cargo, que a mesma deve deixar em setembro. “Estou à disposição tanto do presidente quanto do país”, disse ela. A declaração foi concedida antes de um encontro regional de promotoras e procuradoras sobre questões de gênero.

Bolsonaro recebeu Dodge para uma audiência no dia 6 de maio e, ao final, a procuradora não quis falar sobre o encontro, com a mídia.

Dodge afirmou ainda não ter conversado com Bolsonaro sobre uma eventual recondução ao cargo e negou estar fazendo movimentações nos bastidores para voltar à cadeira de procuradora. Ela sequer candidatou-se na lista da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), que recomenda ao presidente três nomes para o cargo de Procurador Geral da República.

“Eu tenho me mantido sem fazer nenhuma manifestação neste sentido” disse.

A eleição dos integrantes da lista está marcada para o dia 18 de junho. Para as três vagas, concorrem dez candidatos: Antônio Carlos Fonseca, Blal Dalloul, José Bonifácio de Andrada, José Robalinho Cavalcanti, Lauro Cardoso, Luiza Frischeisen, Mário Bonsaglia, Nívio de Freitas, Paulo Eduardo Bueno e Vladimir Aras.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Trump afirma que há “boa chance” de um acordo com o México
Investimentos para o estado serão debatidos no Tá na Mesa da Federasul
Deixe seu comentário
Pode te interessar