Terça-feira, 14 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
Fair

Política “Eu lamento todos os mortos, mas é o destino de todo mundo”, diz Bolsonaro sobre mortes por coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Bolsonaro deu declaração a apoiadora.

Foto: Isac Nóbrega/PR
Bolsonaro deu declaração a apoiadora. (Foto: Isac Nóbrega/PR)

O presidente Jair Bolsonaro comentou as mortes por coronavírus no Brasil dizendo que lamentava, mas que morrer “é o destino de todo mundo”. A afirmação foi feita na saída do Palácio da Alvorada, nesta terça-feira (2), quando uma apoiadora pediu para que o presidente desse uma palavra de conforto às famílias em luto.

Mencionando passagens da Bíblia, uma apoiadora religiosa pediu “uma palavra de conforto nessa hora”. “Pode ter fé e acreditar que a gente vai mudar o Brasil”, disse Bolsonaro. Ela insistiu: “E para os enlutados, que são inúmeros, o que o senhor diria?”, indagou.

“Eu lamento todos os mortos, mas é o destino de todo mundo”, respondeu Bolsonaro.

Até o momento da declaração o País contava com 29.937 mortes, número que chegou a 31.199 nesta terça, e os casos confirmados subiram de 526.447 para 555.383.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Saiba o que é o artigo 142 da Constituição, que Bolsonaro citou ao pedir intervenção das Forças Armadas
Senado aprova congelamento de preços de remédios e de planos de saúde
Deixe seu comentário
Pode te interessar