Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Capa – Caderno 1 Evento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre destaca filmes produzidos em 11 países

Compartilhe esta notícia:

Experimentalismo está presente em produções como o alemão "The Knits". (Foto: Reprodução)

A SMC (Secretaria Municipal da Cultura) de Porto Alegre promove nesta quinta-feira, a partir das 19h, a segunda mostra “Panorama Internacional – Videoarte e Cinema Experimental”. Com entrada franca na Pinacoteca Ruben Berta (rua Duque de Caxias 973, próximo à Assembleia Legislativa, no Centro Histórico), o ciclo exibe 16 filmes produzidos em 11 países, seguidos de um bate-papo com especialistas.

Segundo o organizador e curador Muriel Paraboni, o evento dá sequência à proposta da primeira edição, que é a de realizar um apanhado de produções relevantes no circuito internacional recente, com foco em trabalhos autorais e de natureza artística: “A ênfase está na diversidade de estilos, gêneros e abordagens. A programação traz filmes realizados por cineastas, artistas, videoartistas, performers, poetas e experimentalistas que trabalham num alto nível técnico e estético”.

Em cartaz

Os destaques da mostra desta noite ficam por conta de obras marcantes, como:

– O mexicano “Meteorito” (Mauricio Sáenz, 2018), selecionado para os festivais de Rotterdam, Ann Harbor e AFI (American Film Institute Festival);

– O canadense “The Knits” (Lisa Birke, 2017), exibido em mais de 20 festivais internacionais, incluindo os de Toronto, Auckland e Vancouver;

– O alemão “The Divine Way” (da cineasta italiana Iladia Di Carlo, radicada em Berlim, 2018), premiado em festivais na Alemanha, Polônia, Peru, Suécia, Itália e França.

Também merecem atenção temáticas íntimas e femininas de trabalhos como o da austríaca Evelin Stermitz, que convive com propostas políticas como a de “As Long As I Can Hold My Breath”, do francês Mohamed Thara e que aborda o naufrágio de um barco de imigrantes no Mar Mediterrâneo.

Já os filmes “Atonal”, do também canadense Mikel Guillen, e “Touch Stone”, do japonês Takayuki Yoshida, “oferecem olhares contemplativos e sensoriais sobre a experiência cotidiana e individual”, ressalta o texto de divulgação publicado pela SMC no site oficial da prefeitura de Porto Alegre.

“Além de perpassar questões existenciais e atuais, a mostra também traz filmes com forte pendor formalista e mesmo abstrato, como “Monet Impressions”, por meio do qual a artista espanhola Lisi Prada se propõe a um estudo sobre o mestre francês do impressionismo, e “Juno”, da mexicana Mariana Dianela Torres, que empreende uma viagem sensorial da Terra ao Cosmo em belíssimos experimentos digitais.

Já a animação é contemplada pelo sul-coreano Shon Kim, que oferece em “Bookanima” um ensaio sobre o ícone norte-americano da pop art Andy Warhol, a partir de livros ilustrados.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

Entenda os pacotes econômicos anunciados pelo governo federal
O Brasil caiu no ranking de liberdade da internet
Deixe seu comentário
Pode te interessar