Quinta-feira, 13 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fog

Porto Alegre Ex-diretores da Procempa são condenados a mais de 12 anos de prisão

Compartilhe esta notícia:

Os réus foram condenados por dispensa ilegal de licitação e falsidade ideológica

Foto: Reprodução
(Foto: Reprodução)

A partir de denúncia apresentada pelo MP (Ministério Público), a Justiça condenou os ex-diretores da Procempa (Companhia de Processamento de Dados de Porto Alegre) Ayrton Gomes Fernandes e Giórgia Pires Ferreira a penas de 12 anos e dez meses de reclusão em regime inicial fechado pelos crimes de dispensa ilegal de licitação e falsidade ideológica, cometidos entre 2011 e 2012.

A sentença também condenou os dois à perda de cargo ou função pública que estejam ocupando. Eles também deverão pagar metade das custas processuais.

Conforme a denúncia do MP, os réus desviaram em favor de Ayrton Fernandes, à época diretor financeiro da Procempa, dinheiro público proveniente da autarquia municipal. Para tanto, montaram o simulacro de três procedimentos licitatórios, na modalidade carta-convite, para depois contratar os serviços superfaturados de captação de imagens, edição de vídeo e fotografia para eventos, para que a empresa Perfil fosse a vencedora.

Cada um dos serviços teria custo aproximado de R$ 6 mil, mas foram pagos R$ 148 mil para a Perfil. Desse total, cerca de R$ 130 mil foram entregues em espécie ao ex-diretor financeiro.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Pagamento antecipado do IPTU de Porto Alegre tem desconto de 10%
Governo inicia o pagamento parcelado dos salários de novembro dos servidores gaúchos
Deixe seu comentário
Pode te interessar