Terça-feira, 04 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Brasil Filha diz que Flordelis sabia de plano para matar pastor

Compartilhe esta notícia:

O pastor Anderson do Carmo e a deputada federal Flordelis. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Em depoimento à Polícia Civil no dia 24 de junho, uma das filhas adotivas da pastora e deputada federal Flordelis dos Santos de Souza confirmou que pediu a um dos irmãos, Lucas Cézar dos Santos, para matar o seu pai, o pastor Anderson do Carmo. Marzy Texeira da Silva também relatou que a mãe sabia de seu plano.

Ainda em depoimento, Marzy afirmou que, em conversa pelo WhatsApp, ofereceu a Lucas R$10 mil para matar o pastor. Ela contou que a quantia seria paga com dinheiro que furtaria da própria vítima. Marzy alega que Lucas aceitou o combinado e disse que pretendia assassinar Anderson dentro da casa da família, onde ele acabou sendo executado. Marzy também disse que contou à mãe sobre o seu plano para matar Anderson. Segundo ela, Flordelis disse apenas que não tinha dinheiro e alertou a filha para que não fizesse nada de que se arrependesse depois.

Marzy não era formalmente adotada por Anderson e Flordelis, pois já era maior de idade quando passou a morar na residência do casal. Lucas e o irmão, Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico de Flordelis, já são réus pela morte do pastor Anderson. Eles foram denunciados por homicídio duplamente qualificado (por motivo torpe e com recurso que impossibilitou a defesa da vítima).

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Provável candidato a PGR nega ligação com Flávio Bolsonaro, já foi réu por falsificação e teve aposentadoria cancelada
Vai pra Arena? Saiba como fica o trânsito para partida entre Grêmio e Palmeiras
Deixe seu comentário
Pode te interessar