Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Brasil Fundo Monetário Internacional aumenta a estimativa de desemprego no Brasil

Compartilhe esta notícia:

Pela primeira vez, o número de desempregados ultrapassou 13 milhões de pessoas (Foto: Fernando Donasci/Folhapress)

O FMI (Fundo Monetário Internacional) piorou suas previsões para o desemprego no Brasil neste ano e em 2017, apesar de acreditar que a economia brasileira passará por uma melhora nos próximos meses. Em relatório sobre o cenário da economia global divulgado nesta terça-feira (04), a instituição diz que o Brasil deve fechar 2016 com 11,2% de desempregados – um ponto percentual acima do que havia previsto em abril.

Hoje, o desemprego está em 11,8% no País, segundo índice divulgado no fim de setembro pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Para 2017, o fundo acredita que o desemprego no Brasil será de 11,5% – previsão 1,3 ponto acima da anterior. Ainda no relatório, o FMI deixou inalteradas as suas projeções de crescimento para o País. Neste ano, a estimativa é de uma retração de 3,3%.

Porém, o documento diz que a economia brasileira passou a se contrair em um ritmo mais moderado e estima que o PIB (Produto Interno Bruto) crescerá 0,5% em 2017. O órgão afirma que o Brasil “continua a enfrentar condições macroeconômicas desafiadoras”, mas que o cenário futuro está um pouco mais favorável do que o projetado no início do ano. (BBC Brasil)

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Papa Francisco faz visita surpresa a cidade italiana devastada por terremoto
Tribunal de Justiça do RS lança campanha incentivando adoções especiais de crianças e adolescentes
Deixe seu comentário
Pode te interessar