Sexta-feira, 14 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Cloudy

Brasil Future-se não vai interferir na autonomia das universidades, diz ministro da Educação

Compartilhe esta notícia:

Ministro da Educação participou de audiência pública na Câmara Ministro da Educação participou de audiência pública na Câmara Ministro da Educação participou de audiência pública na Câmara Ministro da Educação participou de audiência pública na Câmara. (Foto: Reprodução/Michel Jesus/Câmara dos Deputados)

O programa Future-se quer incentivar a captação de recursos próprios pelas instituições federais de educação superior. Por conta disso, especulações surgiram e, nesta quarta-feira (28), o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que o programa não significa a privatização nem a interferência na autonomia das universidades e institutos federais.

“Não se trata de privatização, não se trata de ferir a autonomia, não se trata absolutamente de diminuir recursos”, afirmou o ministro. Weintraub ainda ressaltou que a adesão ao programa é voluntária. “As universidades e os institutos que quiserem ficar como estão podem ficar. Não haverá nenhum dano ou prejuízo para quem quiser ficar [como está]. Simplesmente, a gente vai permitir às universidades e aos institutos fazerem parcerias, convênios, associações, buscar patrocinadores para que eles possam fazer investimentos e melhorar a situação financeira”.

A fala aconteceu nesta quarta-feira (28), durante audiência pública sobre o programa, na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Governo divulga balanço de operações de combate às queimadas na Amazônia
Terra indígena de 219 mil hectares é atingida por queimada no Mato Grosso
Deixe seu comentário
Pode te interessar