Segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Política Governador paulista João Doria muda de ideia e decide participar de debate com Eduardo Leite nesta terça-feira. Eles disputam candidatura do PSDB à Presidência da República.

Compartilhe esta notícia:

Evento será transmitido pelo jornal "O Globo" nesta terça-feira. (Foto: Arquivo/O Sul)

Após anunciar que não iria ao primeiro debate público na disputa com o colega gaúcho Eduardo Leite e o ex-prefeito de Manais (AM) Arthur Virgílio pela candidatura do PSDB à Presidência da República em 2022, o governador paulista João Doria voltou atrás. Ele confirmou presença no evento, que será transmitido às 11h desta terça-feira (18) pelos sites e redes sociais do jornal “O Globo” e “Valor Econômico”.

Ele havia divulgado aos organizadores uma carta na qual informava a sua desistência de participar do encontro, sob a alegação de que o partido não dialogou previamente com os participantes sobre as regras. E argumentou que “o formato não permitiu o entendimento entre todos”. Mas mudou de ideia, conforme justificado em novo texto:

“Após receber centenas de mensagens de filiados e apoiadores de sua candidatura no Brasil inteiro, o governador de São Paulo, João Doria, reconsiderou sua decisão e irá participar do debate do próximo dia 19, no Rio de Janeiro”.

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo (ex-deputado federal por Pernambuco e ex-ministro das Cidades), que na sexta-feira lamentara a decisão de Doria mas com a ressalva de que respeitava a decisão do governador paulista, manifestou otimismo: “É uma revisão de decisão bem-vinda. Vamos ao debate”.

Arthur Virgilio também elogiou: “Custava a crer que Doria, com a representatividade que tem como governador de São Paulo, não participaria de um debate tão importante. Fico feliz com o fato de ter reconhecido que o debate, as divergências, as opiniões contrárias são o sal da terra”.

Segundo fontes da sigla, a retirada de Doria repercutiu mal em âmbito interno, devido ao risco de que tal postura dê a entender que ele não está disposto discutir abertamente os seus projetos para o Brasil. Também não faltaram aliados de Eduardo Leite a avaliar que a ausência poderia fortalecer os planos do pré-candidato gaúcho.

Formato tradicional

O debate será norteado pela troca de perguntas entre os pré-candidatos, com tema livre, seguido de questionamentos por jornalistas dos dois veículos.

“Esse modelo tem sido utilizado há décadas em disputas eleitorais majoritárias no Brasil e no mundo, tornando-se inclusive uma marca das prévias nos partidos norte-americanos”, salientam as direções de “O Globo” e “Valor Econômico”.

Como serão as prévias

Pelo formato estabelecido pelo comando do PSDB, as prévias serão realizadas no dia 21 de novembro. Ao todo, quatro grupos votarão, cada qual com peso de 25% na escolha:

– Filiados;

– Prefeitos e vice-prefeitos;

– Vereadores, deputados estaduais e distritais; governadores;

– Vice-governadores, senadores e deputados federais, bem como o atual presidente e ex-presidentes da Executiva nacional do partido.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Com novo técnico e apoio da torcida na Arena, Grêmio vence o Juventude por 3 a 2 no Brasileirão
Beneficiários do Bolsa Família começam a receber a sétima e última parcela do auxílio emergencial
Deixe seu comentário
Pode te interessar