Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

Brasil Governo avalia possibilidade de núcleo permanente de fiscalização na Amazônia



Compartilhe esta notícia:

Ministro Onyx Lorenzoni é quem lidera a comitiva presidencial à Amazônia. (Foto: Alan Santos/Casa Civil)

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que irá propor ao presidente Jair Bolsonaro a continuidade das Forças Armadas na Amazônia por, pelo menos, mais um mês. O ministro se reuniu, nesta terça-feira (3), com os governadores do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima para conversar também sobre a possibilidade de um núcleo permanente de fiscalização e monitoramento para combater as queimadas na região.

A Garantia de Lei e Ordem (GLO), que foi autorizada por Bolsonaro no dia 23 de agosto, ganhou o nome de GLO Ambiental, e deveria encerrar no dia 24 de setembro. A operação permitiu que os militares atuassem no combate aos incêndios na Floresta Amazônica. O decreto vale tanto para áreas de fronteira e terras indígenas quanto para unidades federais de conservação ambiental e outra áreas da Amazônia Legal.

Onyx é quem lidera a comitiva presidencial à Amazônia, que tem como ideia discutir o combate ao desmatamento e às queimadas ilegais, além de colher propostas para um plano de desenvolvimento sustentável na região. De acordo com Onyx, o governo federal deve consolidar propostas e apresentar um plano estruturado para a Amazônia brasileira em cerca de dez dias.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

CCG lança campanha #EuOuçoVocê, em apoio ao movimento Setembro Amarelo
Ciee oferece cursos gratuitos em parceria com a Prefeitura de Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar