Sábado, 29 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair

Colunistas Governo do Estado quer duplicação da RS-118 em um ano

As primeiras propostas abertas serão da rodoviária de Osório, no dia 3 de dezembro. (Foto: Reprodução)

O governo do Estado fez um movimento importante ontem, ao publicar no Diário Oficial, autorização para que o Daer, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem, retome a concorrência para escolher a empresa que assumirá as obras de retomada da duplicação da RS-118, que foram abandonadas pela construtora Triunfo.

O gargalo da obra está entre os quilômetros 11 e 22, em Gravataí e a concorrência tem prazo para recebimento de propostas até o dia 17 de março. A empresa vencedora terá um orçamento de R$ 48,2 milhões (R$ 48.291.584,04) para esse lote da duplicação.

Onyx reforça movimento contra Estatuto do Desarmamento

O deputado federal gaúcho Onyx Lorenzoni (DEM) está retomando a campanha para anular a eficácia do estatuto do desarmamento que, segundo ele, “é uma farsa que se mantém desde que Lula chegou ao poder. Era parte integrante do nefasto projeto de poder petista.

O Estatuto do Desarmamento nunca foi pra desarmar bandido. Desarmar a população é característica de todos os governos totalitários, em nome do tal ‘controle social’. Agora que estamos livres desse ranço, precisamos tocar em frente o PL 3722. Chega de hipocrisia”.

R$ 2,6 bilhões na economia gaúcha

O cálculo otimista é do ministro do Trabalho, o deputado federal Ronaldo Nogueira: pode chegar a R$ 2,6 bilhões o total de recursos que os gaúchos poderão sacar, de contas inativas do FGTS.

Reina silêncio

É ensurdecedor o silêncio da Federação Nacional dos Jornalistas, sobre a recente prisão de jornalistas brasileiros pela ditadura venezuelana. Os jornalistas Leandro Stoliar e Gilson de Oliveira, da TV Record, que haviam sido detidos no último sábado (11/2) no Norte da Venezuela, receberam apenas solidariedade das entidades Transparência Venezuela e do Sindicato dos Jornalistas Venezuelanos.

A Federação Nacional das Empresas de Rádio e Televisão disse, em nota, que “considera inaceitável qualquer ato ou manifestação que impeça ou tente impedir que os profissionais da imprensa exerçam suas atividades, dentro ou fora do Brasil”.

Deputados tentam “trenzinho da anistia”

Mesmo diante da posição firme do governo federal, de vetar qualquer movimento para anistiar militares que participaram do motim no Espírito Santo, dois deputados da base governista apresentaram propostas neste sentido, na Câmara dos Deputados.

Na segunda-feira, Alberto Fraga (DEM-DF) apresentou projeto de lei para anistiar os militares do Estado. E nesta terça-feira, Carlos Manato (SD-ES) fez o mesmo, mas com outra redação: apresentou proposta que muda a Lei n 12.505, de 11 de outubro de 2011, que anistiou policiais e bombeiros de 22 Estados e o DF para acrescentar o “Espírito Santo”. O objetivo é meramente eleitoreiro.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Paulistas lideram regularização de ativos
Com ou sem pluralismo
Deixe seu comentário
Pode te interessar