Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

Brasil Inflação para o consumidor aumenta na primeira semana de outubro

Compartilhe esta notícia:

A maior contribuição partiu do grupo Alimentação (0,09% para 0,17%) (Foto: Reprodução)

O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor – Semanal) apresentou variação de 0,19% na primeira semana de outubro, 0,12 ponto percentual acima da taxa registrada na apuração anterior. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (10) pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

Nesta apuração, seis das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo alimentação (-0,14% para -0,01%). Nessa classe de despesa, cabe mencionar o comportamento do item carnes bovinas, cuja taxa passou de 2,08% para 2,80%.

Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos transportes (-0,11% para 0,10%), habitação (0,28% para 0,39%), saúde e cuidados pessoais (0,34% para 0,44%), vestuário (0,40% para 0,62%) e comunicação (0,08% para 0,16%).

Vale destacar o comportamento dos itens gasolina (-1,23% para -0,64%), eletrodomésticos e equipamentos (-0,26% para -0,10%), medicamentos em geral (0,15% para 0,22%), roupas (0,30% para 0,48%) e mensalidade para TV por assinatura (0,18% para 0,38%).

Em contrapartida, os grupos educação, leitura e recreação (-0,02% para -0,07%) e despesas diversas (-0,32% para -0,33%) apresentaram decréscimo em suas taxas de variação. Nessas classes de despesa, as maiores contribuições partiram dos itens passagem aérea (9,19% para 4,05%) e serviço religioso e funerário (0,40% para -0,07%).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Papa Francisco anuncia novos cardeais, incluindo um brasileiro
Mercado financeiro reduz estimativa de inflação para 2016 e 2017
Deixe seu comentário
Pode te interessar