Terça-feira, 16 de julho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
14°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Brasil INSS: mais de 15 mil segurados já fizeram perícia por telemedicina

Compartilhe esta notícia:

Atendimentos foram feitos entre os meses de abril e maio. (foto: reprodução)

O Ministério da Previdência Social atendeu mais de 15 mil segurados com o uso da telemedicina em abril e maio deste ano. As perícias conectadas foram realizadas em 104 Agências da Previdência Social, para requerimentos de Benefícios de Prestação Continuada (BPC-Loas).

Neste primeiro momento, o BPC-Loas é o único benefício cujo direito pode ser atestado por telemedicina. Nos últimos dois meses de perícias conectadas, 96 foram na região Nordeste, três em Rondônia (Ariquemes, Vilhena e Ji-Paraná), duas no Rio Grande do Sul (São Jerônimo e Santo Antônio da Patrulha), duas em Mato Grosso (Colíder e Guarantã do Norte) e uma no Amapá (Oiapoque).

As localidades que realizam as perícias com uso de telemedicina são selecionadas quando ocorre ausência de perito médico lotado na agência ou tempo de espera por perícia elevado na localidade ou necessidade de longos deslocamentos por parte do segurado para receber atendimento. Os segurados que desejarem antecipar suas perícias de BPC podem tentar se beneficiar desse serviço ligando para a Central 135. No dia agendado, deverão ir a um consultório médico na APS indicado, para fazer o contato com o perito à distância.

“A telemedicina já é uma realidade para atendimentos médicos em geral. E nós estamos trazendo esse avanço tecnológico para a Previdência Social. O atendimento por telemedicina aumenta nossa capacidade operacional e reduz nosso custo. Conseguimos atender mais pessoas e gastando menos”, informou o ministro da Previdência Social, Carlos Lupi.

O uso da Telemedicina para realização de perícia médica foi instituído em março deste ano. A ideia é que, aos poucos, segurado possa ser avaliado á distância para benefício por incapacidade permanente, benefício por incapacidade temporária e Benefício de Prestação Continuada à pessoa com deficiência (BPC), além das perícias de reavaliação e de avaliação biopsicossocial da deficiência.

Saiba mais

Em abril, o Ministério da Previdência Social passou a permitir que a perícia médica seja feita por telemedicina — ou seja, de maneira online — para a concessão de benefícios previdenciários. São eles:

• aposentadoria por incapacidade permanente: benefício pago a quem estiver incapaz de exercer qualquer atividade de trabalho, sem possibilidade de reabilitação para outra função;
• auxílio por incapacidade temporária: antes, era chamado de auxílio-doença, é pago para quem estiver incapacitado para trabalhar por mais de quinze dias por conta de doença ou acidente;
• Benefício de Prestação Continuada (BPC) para pessoa com deficiência: é o pagamento de um salário mínimo por mês para pessoas com deficiência de qualquer idade;

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Declaração final da cúpula do G7 não incluiu uma referência direta ao aborto por pressão da Itália
Famílias de renda mais baixa têm sentido mais o peso da inflação que os lares de moradores de alto rendimento
https://www.osul.com.br/inss-mais-de-15-mil-segurados-ja-fizeram-pericia-por-telemedicina/ INSS: mais de 15 mil segurados já fizeram perícia por telemedicina 2024-06-15
Deixe seu comentário
Pode te interessar