Sábado, 19 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Cloudy

Magazine Irmã de Meghan Markle diz que atriz e Harry são hipócritas por deixar família em meio à pandemia

Compartilhe esta notícia:

Samantha afirma que casal teve "atitude nojenta"

Foto: Reprodução
Samantha afirma que casal teve "atitude nojenta". (Foto: Reprodução)

A irmã de Meghan Markle, Samantha, de 55 anos, apoiou o presidente Donald Trump quando ele afirmou, na última quarta-feira (1º), que os norte-americanos não pagariam pela segurança do casal britânico Meghan e Harry, que se mudou do Canadá para o Estado da Califórnia.

Em entrevista ao portal The Sun, Samantha disse que o casal foi cruel ao deixar o Reino Unido no meio da pandemia do novo coronavírus, e que a decisão foi nojenta. “Fazer o contribuinte pagar por sua segurança quando o mundo está morrendo é muito chocante”, diz ela. “Eu apoio totalmente o presidente Trump, ele é notável nessas circunstâncias. Dizer que ele tem sangue nas mãos é absolutamente nojento.”

“O povo dos EUA não deve pagar por sua segurança”, continuou ela. “Harry e Meghan não parecem se importar com as famílias ou as pessoas ao seu redor. A autopreservação deles é bastante nojenta. Eles podem atirar pedras o quanto quiserem, mas são os maiores hipócritas do mercado atualmente”.

“É uma pandemia devastadora, a ideia de abandonar as duas famílias sem mais que um telefonema é chocante”, diz Samantha, acrescentando que acredita que Meghan sempre planejou voltar a Hollywood. “Ela nunca cortou laços com seu agente ou gerente em Los Angeles.”

Green card

Um impasse burocrático está emperrando o sonho americano de Meghan Markle e o Príncipe Harry. De acordo com uma fonte do jornal New York Post, a atriz e duquesa deverá ser a responsável por “bancar” o marido nos Estados Unidos até que ele consiga o green card e seja autorizado a trabalhar no país.

Segundo a publicação, com a mudança da família para Los Angeles após o “Megxit”, como foi chamada a ruptura do casal com a Família Real Britânica, o suporte financeiro bancado pela atriz deverá ser a principal fonte de renda dos pais do pequeno Archie.

Diferentemente do Canadá, que permite que Harry trabalhe por fazer parte da Comunidade das Nações, as regras são diferentes nos Estados Unidos. Até possuir o visto oficial americano, Harry poderá ser sustentado de três maneiras: sendo financiado por um cidadão americano, conseguindo uma autorização especial do governo ou sendo patrocinado por uma instituição dos Estados Unidos. Por Meghan ter nascido nos Estados Unidos, a opção escolhida será a primeira, aponta o jornal. Assim, Harry poderá viajar pelo interior do país e atuar em trabalhos temporários.

O processo para obter um green card geralmente leva mais de um ano. Depois de três anos com o visto, a pessoa pode entrar com a documentação para se tornar oficialmente um cidadão dos Estados Unidos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Magazine

Com coronavírus, irmã de Angélica volta ao hospital e diz: “Tive uma pequena recaída”
Tiago Iorc diz que tem a sensação de não saber mais fazer música após período sabático
Deixe seu comentário
Pode te interessar