Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

Brasil Jair Bolsonaro viaja a Santa Catarina para sobrevoar regiões atingidas por ciclone

Compartilhe esta notícia:

Bolsonaro durante coletiva em Santa Catarina.

Foto: Isac Nóbrega/PR
Bolsonaro durante coletiva em Santa Catarina. (Foto: Isac Nóbrega/PR)

O presidente Jair Bolsonaro desembarcou em Santa Catarina pouco depois das 8h deste sábado (4) para sobrevoar áreas atingidas pelo ciclone-bomba.

Helicóptero da Força Aérea Brasileira levou a comitiva para uma rota pela Grande Florianópolis, passando por Governador Celso Ramos e Tijucas, cidades que tiveram mais prejuízos com a passagem do fenômeno.

Acompanhando Bolsonaro, estavam a vice-governadora Daniela Reinehr, além dos senadores Dário Berger (MDB), Esperidião Amin (PP) e Jorginho Mello (PL).

Após o voo, é aguardada uma reunião do presidente com autoridades locais para definir a liberação de recursos federais que darão suporte ao trabalho de reconstrução. Com Covid-19, o governador Carlos Moisés deve participar do encontro por videoconferência.

Além da devastação, o ciclone bomba deixou ao menos 10 mortos em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.

Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil sobrevoou áreas atingidas

O secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, e o chefe da DCSC (Defesa Civil de Santa Catarina), João Batista Cordeiro Junior, sobrevoaram na sexta-feira (3) áreas atingidas pelo ciclone extratropical no início da semana. O sobrevoo passou pelas cidades de Governador Celso Ramos, Tijucas, Balneário Camboriú e Ilhota.

Em Tijucas, conversaram com o prefeito do município, Eloi Mariano Rocha, e depois visitaram o local onde um barracão desabou provocando a morte de três pessoas. As autoridades prestaram solidariedade aos familiares.

Outra parada ocorreu em Ilhota. No município, as autoridades foram recebidas pelo prefeito Erico de Oliveira e vistoriaram estruturas públicas atingidas pelo ciclone, como ginásio de esportes, escola e um posto de saúde.

O secretário Alexandre Lucas Alves disse que a atividade realizada em Santa Catarina foi muito importante. “Conseguimos visualizar não somente os estragos, mas o sofrimento das pessoas. Isso nos desafia a melhorar os nossos processos para atender Santa Catarina o mais rápido possível”, destaca.

Segundo Alves, será aberto um canal de comunicação permanente para capacitar e esclarecer dúvidas técnicas dos municípios. A meta é garantir agilidade para vencer as exigências legais e liberar os recursos.

O titular do órgão nacional deverá permanecer em Santa Catarina até segunda-feira para visitar outras regiões atingidas pelo ciclone.

Bolsonaro confere estragos do ciclone em Santa Catarina

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Caixa volta a realizar sorteios da Loteria Federal neste sábado
Sorteio da Mega-Sena pode pagar neste sábado prêmio de R$ 27 milhões
Deixe seu comentário
Pode te interessar