Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Notícias Japoneses prometem fabricar uma moto voadora já para o ano que vem

Compartilhe esta notícia:

Xturismo tem 10 hélices e motorização híbrida de eletricidade e gasolina. (Foto: Reprodução/TV)

O Salão de Tóquio 2019 mostra algumas ideias de inovações para o futuro dos transportes. Não apenas em carros elétricos e patinete, algumas empresas estão apostando em carros e motos voadoras, como é o caso da Xturismo que teve sua apresentação mundial no evento.

Como o governo japonês está dando incentivos para tornar veículos leves voadores uma realidade, empresas estão investindo no desenvolvimento dessa tecnologia, com é o caso da Ali Technologies, especializa em drones, que revelou o protótipo.

A empresa afirma que o modelo será lançado em 2020, fora do Japão, ainda sem o preço divulgado, mas as reservas começam ainda em 2019. Neste primeiro momento serão vendidas unidades limitadas, e a produção em larga escala começaria em 2021 para que pudesse chegar ao mercado japonês em 2022.

Apesar de o posicionamento do piloto lembrar o de uma moto, a Xturismo teve seu visual inspirado em carros esportivos.

Como voa?

Como a Ali é uma empresa que fabrica drones, a XTurismo parece bastante com esse tipo de máquina. Ela tem o total de 10 hélices, mas os detalhes de sua motorização ainda é um segredo.

“Ainda não podemos falar sobre os detalhes dos motores, mas a propulsão será mista de eletricidade e gasolina”, disse Takafumi Oba, porta voz da Ali.

Em março passado, a “moto voadora” da Ali fez um teste, ainda com uma versão anterior do protótipo, e o veículo levantou apenas alguns centímetros do solo.

Carro voador só em maquete

A NEC é outra empresa japonesa que trabalha no desenvolvimento de veículos elétricos. No Salão de Tóquio, uma maquete de seu carro voador foi exposta. Em agosto passado, o modelo em tamanho real fez um teste de voo de 1 minuto e chegou a 3 metros de altura.

Versão norte-americana

A empresa americana Jetpack Aviation anunciou a produção da primeira moto voadora para a venda. Chamado de Speeder, o modelo pode ser encomendado pela internet ao preço de US$ 380 mil – valor equivalente a R$ 1,5 milhão.

Alguns fabricantes estão trabalhando no desenvolvimento de motos voadoras, baseadas em drones, pelo mundo. Em Dubai, por exemplo, a polícia local participou de testes com um modelo similar feito por russos.

Ao contrário dos carros voadores, essas motos não possuem pneus e rodas, ou seja, só são feitas para voar e não rodar em estradas. Veículos de 4 rodas e capazes de voar também já estão à venda no mundo, eles são apontados por autoridades como possível solução para problemas de transporte.

Protótipo em desenvolvimento

O modelo ainda está em fase de desenvolvimento e para fazer a reserva o interessado precisa desembolsar US$ 10 mil e, futuramente, pagar o restante da quantia. Ainda não há um prazo definido para a entrega das primeiras unidades.

De acordo com a fabricante, apenas 20 unidades serão produzidas para a venda ao público comum.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

Saiba como apagar 99% do seu rastro na internet
Movimento Parlamentarista Brasileiro chega aos 21 anos
Deixe seu comentário
Pode te interessar