Quarta-feira, 28 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Geral Justiça determina reintegração dos médicos acima de 75 anos do Grupo Hospitalar Conceição

Compartilhe esta notícia:

Grupo Hospitalar Conceição deverá promover a reintegração dos médicos

Foto: GHC/Divulgação
Instituição já teve outros surtos de Covid desde o começo da pandemia. (Foto: Divulgação/GHC)

O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região acolheu o Mandado de Seguro Cível impetrado pelo Sindicato Médico do Rio Grande do Sul e determinou a reintegração dos médicos acima de 75 anos que atuam no Grupo Hospitalar Conceição (GHC).

O pedido de liminar do Simers solicitava o cancelamento do ato administrativo do GHC que determinou a aplicação indevida da aposentadoria compulsória dos profissionais que tenham a partir de 75 anos.

O presidente do Simers, Marcelo Matias, comemorou a decisão, lembrando a importância do trabalho destes profissionais para a instituição e à comunidade. Também destacou que a Justiça do Trabalho repara um erro que estava sendo cometido contra os direitos dos médicos, que ficariam sem os salários e as indenizações.

No seu despacho, o desembargador federal do Trabalho, Fabiano Holz Beserra, fez a seguinte manifestação: “Pouco importa se recebiam salários altos, pois seus gastos eram planejados de acordo com a renda. Aliás, a remuneração desses médicos é compatível com as responsabilidades que possuem, com os anos de estudo e com a relevância do trabalho prestado. O quadro é ainda agravado pelo contexto da pandemia e pela idade deles, que certamente terão muita dificuldade de, pelo menos no curto prazo, de uma recolocação no mercado”.

Com o deferimento parcial da liminar, o Grupo Hospitalar Conceição deverá promover a reintegração dos médicos, nas mesmas condições que se encontravam anteriormente, no prazo de 72 horas, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 ( mil reais ) por trabalhador, sem prejuízo das sanções jurídicas cabíveis. A decisão valerá até o julgamento definitivo do Mandado de Segurança.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

Ministro da Saúde disse que embarque de vacinas da Índia deve ter solução nesta semana
Dólar tem dia de volatilidade com feriado nos Estados Unidos, mas fecha estável
Deixe seu comentário
Pode te interessar