Terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Dicas de O Sul Lives divulgam Feiras Gráficas das Lojas Africanas nesta sexta-feira

Compartilhe esta notícia:

Serão cinco lives, abertas ao público, transmitidas via Instagram

Foto: Divulgação
Serão cinco lives, abertas ao público, transmitidas via Instagram. (Foto: Divulgação)

As Feiras Gráficas têm o intuito de festejar as trajetórias e os encontros possíveis durante o projeto Lojas Africanas: Territórios de Afeto, em cada uma das cidades onde ocorreram os diálogos (Rio Grande, Pelotas, Novo Hamburgo, Osório e Porto Alegre). E também convidar as pessoas para que acessem os espaços dessas (virtualmente), no desejo de fruição, troca e aquisição das reproduções.

Serão cinco lives, abertas ao público, transmitidas via Instagram @lojas.africanas, na sexta-feira, dia 10/12. Onde cinco artistas – um artista por live, cada qual de uma cidade participante – trocarão ideias a respeito do Evento e das impressões sobre os Territórios de Afeto, com o seu coordenador, Leandro Machado.

“É com o coração tomado de alegria que anunciamos o lançamento das Feiras Gráficas do projeto Lojas Africanas: Territórios de Afeto! Alegria por termos chegado até aqui coletivamente, aumentados de histórias e caminhos para compartilhar”, celebra Leandro.

Um número significativo dos artistas participantes do projeto integra as Feiras, o que permite um pequeno panorama das produções realizadas atualmente em cinco cidades por artistas afro-gaúchos e afro-brasileiros. Serão eles:

Axel Vênus Lana (Osório), às 15h;

Paula Liaroma (Pelotas), às 17h;

Paulo Ferreira (Rio Grande), às 18h;

Lia Braga (Porto Alegre), às 19h e

Fernanda Oliveira (Novo Hamburgo), às 20h.

As obras expostas são um conjunto de trabalhos constituído por reproduções digitais obtidas a partir das técnicas de gravura, colagem digital, fotografia e outras. Embora o momento da Feira Gráfica – a exemplo de outras ações que constituem o projeto Lojas Africanas: Territórios de Afeto – tenha sua apresentação em ambiente virtual (com limitações inegáveis à experiência), ainda se imagina como possível de encontros, de trocas, de fruição e comercialização.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Dicas de O Sul

Gloria Groove rejeita estatueta oferecida por Anitta e diz: “Sonho segurar meu próprio prêmio”
Após 13 anos de tutela, Britney Spears é liberada para cuidar das suas finanças
Deixe seu comentário
Pode te interessar