Domingo, 03 de julho de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Economia Mais de 260 mil gaúchos têm direito à restituição do Imposto de Renda. Média é de 1.356 reais por contribuinte, com depósito no fim do mês

Compartilhe esta notícia:

Segundo Receita, segundo lote será pago em 30 de junho a 4,25 milhões de contribuintes

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Consulta ao lote será aberta às 10h desta quinta-feira. (Foto: EBC)

Com a abertura da consulta ao segundo lote de restituições do Imposto de Renda de 2022 (pessoa física), às 10h desta quinta-feira (23), a Receita Federal calcula que aproximadamente 261 mil gaúchos sejam contemplados com valores a receber. O montante é de R$ 354 milhões (média de R$ 1.350 por contribuinte), com depósito na próxima quinta-feira (30).

Também serão liberadas as consultas ao lotes residuais de anos anteriores. São valores relativos a declarações de cidadãos que caíram na chamada “malha-fina” mas depois acertaram as contas com o fisco.

A consulta pode ser feita no site receita.gov.br ou por meio do aplicativo para smartphone e tablet, acessando-se a página “Extrato. O contribuinte poderá saber inclusive se caiu na “malha-fina”.

É preciso utilizar o código de acesso gerado no mesmo endereço virtual ou então um certificado digital emitido por autoridade habilitada. Restituições de declarações com dados inconsistentes são liberadas somente após a correção pelo contribuinte ou se ele comprovar que a declaração estava correta.

Números nacionais

Em todo o País, o crédito bancário abrange 4,25 milhões de contribuintes, totalizando aproximadamente R$ 6,3 bilhões.

Desse total, quase R$ 2,7 bilhões se referem a segmentos populacionais que se enquadram em situações merecedoras de prioridade legal. É o caso dos idosos (60 anos ou mais), pessoas com doença grave ou deficiência e trabalhadores cuja principal fonte de renda seja a de professor).

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Planos de saúde coletivos devem manter tratamento mesmo com cancelamento, define Superior Tribunal de Justiça
Polícia Federal conclui perícia, e corpos de Bruno e Dom serão entregues às famílias
Deixe seu comentário
Pode te interessar