Sábado, 26 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Mostly Cloudy

Esporte Michel passará por uma artroscopia no joelho e o Grêmio não deu prazo para o seu retorno

Compartilhe esta notícia:

Por conta do problema, Michel está fora das decisões pela quartas de final Copa do Brasil, contra o Bahia. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O Grêmio confirmou que Michel passará por uma artroscopia no joelho esquerdo. Conforme trouxe a Rádio Grenal, o volante esteve em Porto Alegre realizando exames na tarde desta quarta-feira (26) e vira baixa para o time. O procedimento está marcado para esta quinta-feira e não há prazo de retorno do jogador.

O problema de Michel foi notado no trabalho de terça (25), quando sentiu uma entorse no local. Nesta quarta, o jogador então deixou a concentração da equipe em Viamão para vir até a Capital realizar exames. Após o procedimento, o jogador deixou a clinica na Zona Leste com dificuldades para caminhar.

Ainda não há prazo de retorno de recuperação do atleta. Em 2017, quando precisou passar pelo mesmo procedimento, o tempo de recuperação entorno de 30 dias.

Por conta do problema, Michel está fora das decisões pela quartas de final Copa do Brasil, contra o Bahia. A tendência é que seja baixa ainda na mesma fase na Copa Libertadores, quando o Grêmio encara o Libertad, nos dias 27 de julho e 1° de agosto.

Sem o volante, Maicon, Matheus Henrique, Rômulo e Thaciano são as opções para a o técnico Renato Portaluppi para a posição.

Vizeu

A parada neste meio do ano marca os primeiros seis meses de Felipe Vizeu com a camisa do Grêmio. Nesta quarta, o próprio centroavante analisou suas primeiras atuações no clube gaúcho.

O jogador que foi contrato junto a Udinese admitiu uma “oscilação”, a qual considera normal na vida de atleta, contudo, destacou estar em período bom de trabalho e ainda a confiança que vem recebendo do grupo gremista e dos torcedores.

“Tenho que melhorar, sempre temos o que dar de melhor. Por seis meses que estou aqui, sei que tem muitas coisas boas pela frente. É um grande grupo, a cada dia eles tem me motivado bastante, assim como o professor e toda a comissão técnica. Os torcedores também tem me dado muita confiança. Estou em um processo muito bom, é normal alguma oscilação. Como eu falei, passei dois anos sem folga, então deu uma cansada, essa folga foi muito importante. Espero voltar ainda melhor”, disse.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

O técnico do Paraguai brinca com vaga “no rebote” e indica valentia para vencer o Brasil
Odair Hellmann aproveita a temporada em Atibaia para promover “testes” no Inter
Deixe seu comentário
Pode te interessar