Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

Política Milton Ribeiro diz que assume o Ministério da Educação nesta quinta com a participação virtual de Bolsonaro

Compartilhe esta notícia:

O presidente Jair Bolsonaro (E) ao lado do ministro da Educação, Milton Ribeiro

Foto: Reprodução/Facebook
O presidente Jair Bolsonaro (E) ao lado do ministro da Educação, Milton Ribeiro. (Foto: Reprodução/Facebook)

O novo ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse na terça-feira (14), via Twitter, que tomará posse no cargo às 16h desta quinta (16) com participação virtual do presidente Jair Bolsonaro – que está isolado no Palácio da Alvorada desde o diagnóstico de Covid-19 na semana passada.

“Acabei de ser informado pela chefia do gabinete da presidência que minha posse se dará nesta quinta-feira às 16h no Planalto. O presidente participará virtualmente”, escreveu Ribeiro. Ribeiro chegou na segunda-feira (13) à noite a Brasília. Questionado na ocasião sobre a data de sua posse, respondeu que isso dependia da Presidência da República.

Na chegada à capital federal, Milton Ribeiro também não quis se manifestar a respeito de um dos principais temas de educação em debate no Congresso, a proposta de prorrogação do Fundeb (Fundo de Financiamento da Educação Básica).

O Ministério da Educação está sem um titular empossado desde 18 de junho, quando Abraham Weintraub deixou a chefia da pasta. Desde então, a gestão temporária está a cargo do secretário-executivo, Antonio Paulo Vogel –que informou nesta terça-feira (14) que deixará o cargo após a posse de Ribeiro.

Antes de Milton Ribeiro, o presidente Jair Bolsonaro chegou a nomear o economista Carlos Alberto Decotelli para assumir o MEC. Decotelli não chegou a tomar posse, e a nomeação foi revogada depois de virem à público inconsistências em seu currículo.

O novo ministro

Milton Ribeiro é pastor da Igreja Presbiteriana de Santos e membro da Comissão de Ética Pública da Presidência da República, cargo ao qual foi nomeado pelo próprio Bolsonaro em maio de 2019. O colegiado é subordinado à Secretaria-Geral da Presidência da República, comandada pelo ministro Jorge de Oliveira – que foi um dos apoiadores da sua indicação.

Formado em teologia e direito, Ribeiro também informa em seu currículo Lattes possuir um doutorado em Educação pela USP (Universidade de São Paulo) com uma tese sobre o calvinismo no Brasil.

Seu currículo acadêmico inclui ainda um mestrado em direito pela Universidade Mackenzie, instituição da qual é membro do conselho deliberativo, relator da Comissão de Assuntos Educacionais e foi vice-reitor entre 2000 e 2003.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Supremo concede prisão domiciliar ao ex-ministro Geddel Vieira Lima
Idoso morre em incêndio em casa de madeira no bairro Aparício Borges, em Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar