Sexta-feira, 14 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Light Drizzle

Brasil Ministro da Fazenda diz que manutenção de vetos presidenciais evita a criação de novos impostos

Compartilhe esta notícia:

Levy considerou que a manutenção dos vetos foi uma "mostra de maturidade" (Foto: Valter Campanato/Abr)

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse que os vetos presidenciais que foram mantidos pelo Congresso Nacional na sessão encerrada na madrugada desta quarta-feira (23) ajudam o governo a diminuir os gastos, “origem da existência de novos impostos”. “Cada um dos vetos que foram mantidos contribuiu para a gente não ter mais impostos. E o risco da queda de cada um daqueles vetos era o risco de amanhã ter que entrar no bolso do contribuinte. Esta é a equação que nós vivemos”, disse Levy, após participar de fórum promovido pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), em Brasília.

“Quase tudo que estava sendo votado, praticamente tudo tinha a ver com diminuir os gastos. Ela [presidenta Dilma Rousseff] vetou porque eram fontes de novos gastos, origem da exigência de novos impostos”, afirmou o ministro. Ainda segundo o ministro, “cada vez que se cria um novo gasto permanente, da natureza que seja, cedo ou tarde haverá uma repercussão nos impostos”. Levy considerou que a manutenção dos vetos foi uma “mostra de maturidade” e que os demais vetos, que ainda serão analisados pelo Congresso, devem ser concluídos na mesma linha. (Folhapress) 

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Juros do cartão de crédito superam 400% ao ano
Homem é preso após pilotar motocicleta nu pelas ruas
Deixe seu comentário
Pode te interessar